Mundo

Meganavio encalhado volta a flutuar no canal de Suez; Prejuízo é bilionário


Meganavio provocou congestionamento de 450 navios; sem o canal de Suez, navios precisam circundar todo o continente africano

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 29/03/2021 às 10:08
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Após seis dias bloqueando a principal conexão entre o ocidente e o oriente, o meganavio que encalhou no Canal de Suez, no Egito, voltou a flutuar. O anúncio que era aguardado pelo mundo inteiro foi feito nesta segunda-feira (29). A imprensa internacional também confirmou que o navio desencalhou.

“O navio porta-contêineres do Panamá foi reflutuado com sucesso. Com toda a certeza, o trabalho estará concluído muito em breve”, disse a autoridade do canal de Suez.

Uma grande operação foi montada para conseguir empurrar o navio que pesa centenas de toneladas. Apesar de já flutuar, o navio ainda precisa ser redirecionado. Especula-se que o processo ainda pode durar até seis dias para que tudo volte ao normal.

Importância de Suez

A importância do Canal de Suez se revela nos números: 12% de todo o comércio global passa por aquelas águas. Estima-se que 1 em cada 3 containers do mundo também passam por ali entre o ponto de partida e a atracagem dos navios.

Em seis dias, pelo menos 450 navios se enfileiraram num megacongestionamento visto até do espaço por satélites. As perdas econômicas relacionadas ao acidente podem chegar a R$ 300 bilhões.

Opinião

Comentarista da Rádio Jornal na Ásia, Mário Roberto Melo comentou este assunto no Passando a Limpo desta segunda-feira.

Ouça:


Mais Lidas