ASSUNTOS DO DIA

Veja o que você precisa saber para começar o dia bem informado


Essas são as principais notícias para você começar o dia bem informado

Victor Tavares
Victor Tavares
Publicado em 30/03/2021 às 6:12
Hélia Scheppa/SEI
FOTO: Hélia Scheppa/SEI
Leitura:

Veja o que você precisa saber para começar o dia bem informado

Jair Bolsonaro oficializa trocas em seis ministérios. "Queremos verdade e paz", pedem governadores em carta contra fake news. Ministério da Saúde insere pessoas vivendo com HIV em grupo prioritário da vacinação. Com covid-19 em aceleração, secretário de Saúde de Pernambuco diz que "números ainda vão piorar um pouco antes de melhorar". Escolas em Pernambuco poderão reabrir sem limite de capacidade a partir do dia 5 de abril. O tema do 'Debate da Super Manhã' é 'Home office e as novas relações de trabalho'.

Mudanças

O presidente Jair Bolsonaro oficializou nesta segunda-feira (29) seis trocas no governo. Em nota, ele confirmou a demissão do ministro da Defesa, Fernando Azevedo, da Advocacia-Geral da União, José Levi, e a nomeação da deputada Flávia Arruda (PL-DF) como ministra da Secretaria de Governo, responsável pela articulação política do Palácio do Planalto com o Congresso. O ministro Ernesto Araújo, das Relações Exteriores, também foi demitido. Em seu lugar entrará o diplomata Carlos Alberto Franco França, ex-cerimonialista da Presidência. No Ministério da Justiça, Bolsonaro trocou André Mendonça, que volta a comandar a AGU, seu antigo cargo, e colocou no lugar o delegado da Polícia Federal Anderson Torres. As outras mudanças foram apenas de nomes que já integravam o governo e foram realocados: o general Walter Braga Netto assume o Ministério da Defesa e o general Luiz Eduardo Ramos vai para o seu lugar, na Casa Civil, abrindo a vaga para Flávia Arruda na Secretaria de Governo.

Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro
Reprodução

Fake News

Dezesseis governadores, incluindo o de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), divulgaram uma carta nesta segunda-feira (29) para pedir que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), os presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, e também do Supremo Tribunal Federal (STF) adotem providências para coibir a difusão de fake news. O texto é intitulado de "Queremos verdade e paz". Os gestores afirmam que "estão lutando muito para garantir atendimento de saúde e apoio social à população. Enquanto isso, alguns agentes políticos espalham mentiras sobre dinheiro jamais repassado aos estados, fomentam tentativas de cassação de mandatos, tentam manipular policiais contra a ordem democrática, entre outros absurdos".

Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), em pronunciamento oficial
Governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), em pronunciamento oficial
Reprodução/TV Jornal

Grupo prioritário

O Ministério da Saúde inseriu, nesta segunda-feira (29), pessoas vivendo com o HIV, de 18 a 59 anos, a lista de priorização da vacinação contra a covid-19. Segundo nota técnica, a indicação é vacinar este grupo após encerrar a vacinação de pessoas de 60 a 64 anos. A Saúde afirma, no documento, que a intenção é "reduzir o impacto da pandemia nesse grupo, especialmente em relação ao risco de hospitalização e óbito, e respeitar o conceito de equidade do Sistema Único de Saúde (SUS)". O ministério também diz que a medida segue "novas evidências científicas" que apontam riscos de "desfechos negativos da covid-19" neste grupo.

Segundo o ministro da ciência três vacinas
Segundo o ministro da ciência três vacinas
Buda Mendes/Getty Images

Previsão

O secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, informou que o Estado pretende abrir ainda mais 100 leitos de terapia intensiva (UTI) em abril, a fim de dar continuidade à expansão da rede de assistência voltada a pacientes graves com sintomas de covid-19. "Mas esperamos que não seja necessário utilizá-los", disse o secretário, com a impressão de que, somente a partir da segunda quinzena do próximo mês, os indicadores de severidade da doença e de mortalidade comecem a dar sinais de queda. Os números ainda vão piorar um pouco antes de melhorar. Ainda teremos reflexo na taxa de mortalidade por causa dos casos e do aumento no número de pessoas em UTI atualmente. Vai se dar um aumento em uma semana, até dez dias." O secretário também frisou que a ciência tem mostrado que, após a fase de medidas restritivas, é possível observar a desaceleração da curva epidêmica, seguida de um platô (estabilização dos números, ainda na alta) e depois de queda dos números de casos, internações e mortes. "A gente acha que vai colher isso nas próximas semanas."

Secretário estadual de Saúde, André Longo
Secretário estadual de Saúde, André Longo
Hélia Scheppa/SEI

Educação

A partir da segunda-feira da próxima semana, dia 5, as escolas, faculdades e universidades de Pernambuco, públicas e privadas, poderão reabrir para aulas presenciais sem limitação da quantidade de 50% dos alunos, como foi divulgado semana passada pelo governo. Segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Estadual de Educação, vai valer a regra inicial prevista no protocolo setorial de assegurar, em cada sala de aula, o distanciamento mínimo de 1,5 metro entre cada banca dos estudantes. Por causa da covid-19, as atividades presenciais foram suspensas no dia 18 de março e permanecerão até esta semana.

Escola se prepara para volta às aulas
Escola se prepara para volta às aulas
FELIPE RIBEIRO/JC IMAGEM

Debate da Super Manhã

Nesta terça-feira (30), 'Home office e as novas relações de trabalho', às 11h. Wagner Gomes conversa com o advogado Marcos Alencar, a psicóloga Letícia Rezende e Aline Sueth, especialista em RH.


Mais Lidas