DESABAFO

Após perder pai e irmão para a covid-19, prefeito de Mongaguá chora ao rebater críticas ao lockdown


O pai e o irmão do prefeito de Mongaguá morreram por complicações causadas pela covid-19, na última semana

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 31/03/2021 às 13:50
Reprodução/ Facebook
FOTO: Reprodução/ Facebook
Leitura:

O prefeito da cidade de Mongaguá, no litoral de São Paulo, se emocionou durante uma transmissão ao vivo, nesta terça-feira (30), ao falar sobre as mortes do pai e do irmão por conta da covid-19. Márcio Melo Gomes (Republicanos) lembrou deles ao rebater as críticas sobre as medidas restritivas para controlar a doença na cidade.

"Vi algumas pessoas, ligadas à academia e ao comércio, dizendo que 'o prefeito quer fechar o comércio', que 'o prefeito quer quebrar a cidade' (...) Em todo esse um ano, tudo o que eu pude fazer para conciliar as duas coisas, para proteger o cidadão de Mongaguá e o comércio tentar sobreviver, vocês podem dizer que eu fiz o máximo do que eu pude", afirmou o prefeito.

>> Covid-19: Pernambuco registra mais 2.431 casos e 57 óbitos nesta quarta-feira (31)

>> Dono da rádio evangélica Tamandaré, Luiz Alberto Lacerda morre aos 74 anos, vítima de Covid-19

>> Paciente internado com covid-19 escreve bilhete denunciando falta de medicamentos em hospital de Caruaru

Pai e irmão morreram em intervalo de uma semana

O pai e o irmão do prefeito Márcio Melo eram comerciantes e faleceram em um intervalo de uma semana por complicações causadas pela covid-19.

O pai de Márcio Melo Gomes, Givaldo Alves Gomes, de 64 anos, faleceu no dia 22 de março. Já o irmão dele, Givaldo Melo Gomes Junior, conhecido como 'Cabecinha Junior', tinha 33 anos e morreu na madrugada de domingo (28).

"Quero dizer para cada um de vocês que, como eu queria hoje, com a minha família inteira sendo do comércio [...] sair dessa live e escutar do meu pai e do meu irmão assim: 'Eu quebrei, o meu comércio quebrou'. Sabe por quê? Porque nós já quebramos, e com a vida nós conseguimos dar a volta por cima", desabafou.

A declaração foi dada ao final da transmissão para informar a população sobre o avanço da pandemia na em Mongaguá. "Infelizmente, por essa doença, eles perderam a vida. E não há nada mais precioso que a vida de vocês, mas principalmente, a vida de quem vocês amam", disse.

Casos na cidade

Segundo os dados divulgados pela Prefeitura de Mongaguá, a cidade registrou, até esta terça-feira (30), 86 óbitos causados pela covid-19 e 3.335 casos confirmados. A cidade tem cerca de 56 mil habitantes.


Mais Lidas