ASSUNTOS DO DIA

Último dia de quarentena, recorde de mortes, novo ministro da Defesa: Veja o que você precisa saber pra começar o dia bem informado


Essas são as principais notícias para você começar o dia bem informado

Victor Tavares
Victor Tavares
Publicado em 31/03/2021 às 5:34
Marcelo Camargo/ Agência Brasil
FOTO: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
Leitura:

Veja o que você precisa saber para começar o dia bem informado

Pernambuco tem último dia de quarentena mais rígida. Novo ministro da Defesa diz que golpe de 1964 deve ser compreendido e celebrado. Pernambuco supera marca de 1 milhão de doses de vacinas aplicadas. Brasil bate recorde com 3.780 mortes por covid-19 registradas em 24 horas. Ministro da Saúde faz reunião com estrategista de Biden sobre a covid-19. O tema do 'Debate da Super Manhã' é 'A herança política do governo Bolsonaro'.

Último dia de quarentena

Pernambuco tem, nesta quarta-feira (31), o último dia de quarentena mais rígida. O Estado, com exceção do arquipélago de Fernando de Noronha, entrou em período restritivo em 18 de março e, durante os 14 dias, apenas os serviços essenciais, como supermercados, padarias, e farmácias, puderam funcionar. Praias e parques permaneceram fechados. Agora, a partir desta quinta-feira (1º), será colocado em prática um novo plano de retomada de atividades.

Rua vazia no Centro do Recife durante o período de quarentena
Rua vazia no Centro do Recife durante o período de quarentena
Bobby Fabisak/JC Imagem

Ordem do dia

Em um dos primeiros atos como novo ministro da Defesa, o general Walter Braga Netto publicou, nesta terça-feira (30), "Ordem do Dia Alusiva ao 31 de março de 1964", em referência à data do golpe militar no País, que completa 57 anos nesta quarta-feira (31). No texto, disponível no portal da pasta, Braga Netto cita que os eventos daquele dia, "assim como todo acontecimento histórico, só podem ser compreendidos a partir do contexto da época" e sustenta que o "movimento de 1964 é parte da trajetória histórica do Brasil". Segundo o ministro, "assim devem ser compreendidos e celebrados os acontecimentos daquele 31 de março".

Walter Braga Netto coordena o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19
Walter Braga Netto coordena o Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Forças Armadas

Com a saída dos Comandantes das Forças Armadas, anunciada nesta terça-feira (30), o ministério da Defesa não informou os motivos da decisão, sem precedentes na história do Brasil, segundo os comentaristas. No entanto, os analistas estimam que seja resultado do descontentamento dos três comandantes com a destituição, nessa segunda-feira (29), do general Fernando Azevedo e Silva, relutante às tentativas do presidente Jair Bolsanaro de politizar as Forças Armadas. Azevedo e Silva disse ao anunciar sua saída que, durante sua gestão, conseguiu preservar "as Forças Armadas como instituições do Estado". Os nomes dos novos comandantes ainda não foram anunciados.

O Ministério da Defesa anunciou hoje (30) a saída dos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.
O Ministério da Defesa anunciou hoje (30) a saída dos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica.
Agência Brasil

Ministro da Saúde

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, fez uma videoconferência nesta terça-feira (30) com o infectologista Anthony Fauci, responsável pela estratégia de combate à covid-19 no governo Joe Biden, dos Estados Unidos. Diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, Fauci tem demonstrado preocupação com o quadro da pandemia no Brasil. Procurada, a Saúde não informou a pauta da reunião e se houve algum encaminhamento. O ministro Queiroga disse ontem (30) que negocia uma "permuta" de vacinas com os Estados Unidos para antecipar a chegada de doses ao Brasil, mas não entrou em detalhes sobre esta conversa.

Médico cardiologista, Marcelo Queiroga, é o novo ministro da saúde
Médico cardiologista, Marcelo Queiroga, é o novo ministro da saúde
Geraldo Magela/Agência Senado

Novo recorde

O Brasil bateu, nesta terça-feira (30), um triste recorde na pandemia da covid-19, registrando 3.780 mortes pela doença em apenas 24 horas. A marca, ainda sem incluir dados de Roraima, supera a anterior, de 3.650, na sexta-feira (26). A informação foi divulgada pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). O País totaliza, agora, 317.646 óbitos por decorrência do novo coronavírus.

Covas sendo abertas no Cemitério Parque das Flores, no Recife
Covas sendo abertas no Cemitério Parque das Flores, no Recife
Bobby Fabisak/JC Imagem

Vacinação em Pernambuco

Nesta terça-feira (30), Pernambuco ultrapassou a marca de 1 milhão de doses de vacinas contra a covid-19 aplicadas na população pernambucana desde o dia 18 de janeiro. De acordo com o último levantamento da Secretaria Estadual de Saúde (SES), por meio do Programa Estadual de Imunização, foram exatas 1.005.497 doses já utilizadas, sendo 775.526 na primeira aplicação e 229.971 na segunda.

Vacina contra a covid-19
Vacina contra a covid-19
Jailton Jr/JC Imagem

Busca por testes

Este mês de março, em que Pernambuco vivencia uma aceleração da transmissão do novo coronavírus, foi registrado o maior número de testes para detecção da covid-19. Ao todo, foram processados mais de 187 mil exames, considerando dados até o último dia 29. Desse total, cerca de 96 mil foram testes do tipo RT-PCR, considerado o padrão-ouro para detecção da doença, pois identifica a infecção em fase aguda, quando há maior risco de transmissão. Os volumes de RT-PCR e de teste rápido (74,5 mil, em média, para este último) deste mês também foram os maiores realizados ao longo de um ano de pandemia no Estado. Além disso, Pernambuco computou 16,4 mil exames sorológicos para covid-19. Esse tipo de teste pesquisa a presença de anticorpos produzidos contra o vírus e só é indicado a quem já apresentou sintomas há mais de 14 dias — ou seja, não identifica a fase ativa da infecção.

Não é preciso realizar agendamento para fazer o teste da covid-19 no Centro de Convenções
Não é preciso realizar agendamento para fazer o teste da covid-19 no Centro de Convenções
Fábio Costa/ JC Imagem

Debate da Super Manhã

Nesta quarta-feira (31), 'A herança política do governo Bolsonaro', às 11h. Wagner Gomes conversa com o ex-deputado Maurício Rands, o advogado Humberto Vieira de Melo e o juiz Clóvis Correia.


Mais Lidas