Covid-19: Pernambuco inicia imunização de idosos de 65 a 69 anos e profissionais de segurança pública

O Governo de Pernambuco anunciou a chegada de mais 394 mil novas doses da vacina contra a covid-19

SAúDE
Covid-19: Pernambuco inicia imunização de idosos de 65 a 69 anos e profissionais de segurança pública

Vacina contra a covid-19 - Foto: Reprodução/Prefeitura de Caruaru

O governador Paulo Câmara anunciou, nesta quinta-feira (01), a chegada de mais 394 mil doses de vacinas contra a covid-19 a Pernambuco, sendo 362 mil da Coronavac e 32 mil da AstraZeneca/Oxford. Esse novo lote será possível garantir a segunda dose aos idosos com mais de 65 anos, além de iniciar a vacinação dos profissionais de segurança pública, a partir da inclusão dessa categoria entre os grupos prioritários.

Até o momento, o governo estadual garante que já são 1.833.530 unidades de imunizantes contra a covid-19 recebidos. Neste sexta-feira (02), as novas dose da vacina serão enviadas às 12 Gerências Regionais de Saúde, onde as ficarão à disposição dos municípios. Em meio a isso, o governo informou que vai lançar uma nova campanha de comunicação, com o objetivo de reforçar o trabalho sobre a importância do uso de máscaras para evitar o contágio da covid-19.

“Os municípios precisam ficar atentos a cada pauta de distribuição, para que o insumo seja utilizado da forma correta, beneficiando os grupos que já estão sendo contemplados e guardando, quando necessário, as doses destinadas à segunda aplicação”, recomendou o secretário estadual de Saúde, André Longo.

Novo Plano de Convivência

Na quinta-feira (01) inicia o novo plano de convivência com a covid-19 em Pernambuco, depois de uma quarentena mais rígida de 14 dias. As lojas do comércio de rua e dos shoppings reabrem às 10h e podem ficar abertas até às 20h durante a semana, e das 9h às 17h nos sábados, domingos e feriados. As academias de ginástica também voltaram a funcionar. De acordo o governador Paulo Câmara (PSB), as regras são válidas, inicialmente, até o dia 25 de abril.

> Covid-19: 'Tem jovem precisando de pulmão artificial para sobreviver em Pernambuco', diz secretário

O médico Demetrius Montenegro, chefe do setor de Infectologia do Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), demonstrou a preocupação com a frequência de adultos jovens que são internados nos hospitais com sintomas de covid-19. No dia da declaração, em 25 de março, 1.800 pessoas com covid-19 estavam internadas em leitos de UTI, sendo 1.424 pessoas em vagas públicas e 418 em vagas privadas.

"Eles estão se expondo muito. A gente está cansada de ver gente morrendo e à espera de um leito. Isso magoa, é doloroso e traz bastante sofrimento", desabafou o infectologista.

O que é coronavírus?

Coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China.Os primeiros coronavírus humanos foram isolados pela primeira vez em 1937. No entanto, foi em 1965 que o vírus foi descrito como coronavírus, em decorrência do perfil na microscopia, parecendo uma coroa.

A maioria das pessoas se infecta com os coronavírus comuns ao longo da vida, sendo as crianças pequenas mais propensas a se infectarem com o tipo mais comum do vírus. Os coronavírus mais comuns que infectam humanos são o alpha coronavírus 229E e NL63 e beta coronavírus OC43, HKU1.

Como prevenir o coronavírus?

O Ministério da Saúde orienta cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o coronavírus. Entre as medidas estão:

  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabonete por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.
  • Se não houver água e sabonete, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool.
  • Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas.
  • Evitar contato próximo com pessoas doentes.
  • Ficar em casa quando estiver doente.
  • Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo.
  • Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.
  • Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscra cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).
  • Para a realização de procedimentos que gerem aerossolização de secreções respiratórias como intubação, aspiração de vias aéreas ou indução de escarro, deverá ser utilizado precaução por aerossóis, com uso de máscara N95

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.