Confira nomes da música brasileira que morreram por covid-19

No Recife, o cantor de brega Augusto César faleceu aos 61 anos

MEMóRIA
Confira nomes da música brasileira que morreram por covid-19

Augusto César, Agnaldo Timóteo e Genival Lacerda foram vítimas de complicações da covid-19 - Foto: Léo Motta/Acervo JC Imagem / Brenda Alcântara/Acervo JC Imagem / Divulgação

Por Katarina Moraes, do Jornal do Commercio

A pandemia da covid-19 já fez de vítima milhões de brasileiros entre eles várias pessoas famosas ,como músicos, cantores e compositores. Um deles nos deixou nesta terça-feira (21). O cantor de brega Augusto César morreu aos 61 anos no Recife, por complicações da doença, segundo familiares. Confira abaixo nomes da música que foram levados pelo novo coronavírus:

Augusto César

O cantor Augusto César, de 61 anos, morreu na noite dessa terça-feira (20) no Hospital Hapvida da Caxangá, na Zona Oeste do Recife. O artista, que era diabético, apresentou problemas renais, provavelmente agravados pela covid-19, de acordo com a família, e foi socorrido no último domingo (18). Ontem à noite, por volta das 22h15, os médicos confirmaram a morte. O sepultamento acontece nesta quarta-feira (21).

Agnaldo Timóteo

O cantor, compositor e político Agnaldo Timóteo morreu aos 84 anos no dia 3 de março, no Rio de Janeiro, em decorrência de complicações da covid-19. Ele estava internado desde o dia 17 de março no Hospital Casa São Bernardo, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Agnaldo havia sido intubado após apresentar complicações no quadro de saúde dele por causa do novo coronavírus no último dia 28 de março. Desde o dia 17 daquele mês, ele havia sido internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Casa São Bernardo. Agnaldo ainda chegou a tomar a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Ele deixou três filhos e uma carreira musical cheia de sucessos.

Izael Caldeira

O músico Izael Caldeira, integrante do grupo Demônios da Garoa, morreu no dia 15 de fevereiro, vítima de covid-19. Ele estava internado desde o começo do mês para tratar a doença e tinha 79 anos, completados no último 27 de janeiro. Em nota publicada em rede social, o grupo diz: "Perdemos uma das vozes mais lindas desse País, um ser humano ímpar e que vai deixar muitas, mas muitas saudades".

Genival Lacerda

O cantor e compositor Genival Lacerda faleceu no dia 7 de janeiro aos 89 anos. O paraibano deu entrada no Hospital Unimed I, na Ilha do Leite, no dia 30 de novembro para se tratar da covid-19. Desde então, estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). No último boletim médico divulgado, o quadro clínico era considerado gravíssimo, com o artista respirando por ventilação mecânica e auxílio de remédios. 

Matheus (Dupla Lucas e Matheus)

Edilson da Silva Rodrigues, mais conhecido como o cantor Matheus, de 57 anos, morreu no dia 22 de dezembro por complicações da covid-19. O cantor, que fazia parte da dupla prudentina Lucas e Matheus, foi de Portugal para Presidente Prudente e, ao chegar, começou a apresentar sintomas do novo coronavírus. Ele estava internado em um hospital da cidade e teve que ser entubado no dia 16 de dezembro. Porém, não resistiu.

Paulo César Santos (Paulinho)

O cantor Paulo César Santos, conhecido como Paulinho, integrante do grupo Roupa Nova, morreu no dia 14 de dezembro, aos 68 anos, em decorrência da covid-19. O músico estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Copa D'or, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Em nota, a banda lamentou a partida do vocalista e informou que ele sofreu falência de múltiplos órgãos. "As luzes do palco se apagaram. Infelizmente o nosso querido Paulinho não resistiu", dizia o comunicado.

Parrerito

Após complicações no rim e no coração, causadas pelo contágio por coronavírus, o cantor Parrerito do Trio Parada Dura, morreu no dia 13 de setembro 2020. Parrerito tinha 67 anos, era pré-diabético e recebeu o diagnóstico para a covid-19 em 29 de agosto, quando foi internado num hospital em Belo Horizonte, Minas Gerais. Ainda na unidade de saúde, o sertanejo sofreu um mal súbito e passou para a UTI em estado grave.

Fabiana Anastácio 

A cantora gospel Fabiana Anastácio, 45, dona de canções como Sou Eu e Adorarei, faleceu no dia 4 de junho de 2020. Fabiana estava internada na UTI em um hospital de São Paulo desde o final de maio, diagnosticada com a covid-19. A informação foi confirmada por Felipe Anastácio, cantor e irmão de Fabiano. "Deus decidiu levar, nossa irmã e segunda (Fabiana Nascimento, para os seus braços. Obrigado a todos pelas orações", disse Felipe na publicação da nota de falecimento.

Ciro Pessoa

Ciro Pessoa, um dos fundadores dos Titãs, morreu aos 62 anos no dia 5 de maio de 2020, vítima do novo coronavírus. Ele estava se tratando de um câncer. Supõe-se que tenha sido infectado numa das idas ao hospital. Ele esteve durante dois anos nos Titãs, desde o primeiro show no Sesc Pompéia, em outubro de 1982, até a véspera de o grupo gravar o primeiro álbum pela Warner. Desavenças com alguns integrantes levou Ciro Pessoa sair da banda e fundar o grupo Cabine C. No LP Titãs, de 1984, ele co-assina três faixas, Sonífera Ilha, Toda Cor, e Babi Indio, e também Homem Primata, do disco de 1985, Televisão, está em Dona Nenê e Sonho com Você.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.