Corpo de mulher que caiu em cratera durante chuva, em Garanhuns, é encontrado

Cláudia Nayara Melo tinha 24 anos de idade e deixou quatro filhos. Ela foi arrastada pela chuva e caiu em buraco na rua onde morava

AGRESTE
Corpo de mulher que caiu em cratera durante chuva, em Garanhuns, é encontrado

Cláudia gravou vídeo reclamando do buraco na rua - Foto: Reprodução/Internet

O corpo da estudante Cláudia Nayara Melo, de 24 anos, que caiu em uma cratera durante as fortes chuvas que se abaterem contra Garanhuns na noite dessa quarta-feira (21), foi encontrado. O corpo foi achado na manhã desta quinta-feira (22) por um agricultor no Rio Mundaú, que corta a cidade de Garanhuns. Calcula-se que o corpo foi arrastado por cerca de 2 quilômetros até o ponto onde foi localizado. 

Cláudia havia se unido a outros moradores da rua Antônio Paulo de Miranda, no centro de Garanhuns, para empurrar um carro que estava sendo arrastado pela enxurrada. No entanto, ela mesma foi empurrada pela força da água e acabou sendo levada até uma cratera que se abriu no meio da rua. 

"As buscas haviam sido iniciadas logo que os bombeiros foram informados de que uma pessoa havia caído em uma cratera na Rua Antônio Paulo de Miranda, no centro da cidade. A procura seguiu até o final da noite, sendo reiniciada hoje cedo. O corpo foi resgatado pelas equipes do Corpo de Bombeiros por volta das 9:50h, na margem do Rio Mundaú, na Rua Senador Paulo Pessoa Guerra, dois quilômetros de distância do local onde houve o desaparecimento", detalhou o Corpo de Bombeiros por meio de nota. 

Pouco antes do acidente, Cláudia havia gravado um vídeo reclamando da situação na rua onde mora. Ela cobrou da prefeitura obras para corrigir o buraco que estava na rua e o reestabelecimento da energia elétrica nos postes da região. 

Reclamação

“Isso aqui está um absurdo. Essa rua só tem trabalhador. Isso aqui é uma coisa muito feia. Todo mundo trabalha aqui. Na porta da minha casa, está um buraco que ninguém pode sair nem entrar. Isso aqui é uma coisa muito feia”, disse a mulher.  

No vídeo, o morador que fez as imagens, diz que o buraco havia aparecido na rua “há mais de oito dias”. “Gastei 700,00 para consertar a caixa de gordura da minha casa e a empresa não vem entregar porque a rua está interditada. Cadê o prefeito?. Essa é a coisa mais absurda que eu estou vendo. Isso é uma humilhação”, reclamou Cláudia. 

No vídeo, os moradores citam nominalmente o nome do prefeito da cidade, Sivaldo Albino, e pedem que ele tome providências para resolver a situação. “Sivaldo, fi de Deus, cadê você?”, disse Cláudia indignada. 

Resposta da Prefeitura

Em nota, a prefeitura de Garanhuns disse “como a população pode ver em diversos vídeos nas redes sociais, as chuvas foram fortes, em pouco tempo, e as galerias não absorveram a quantidade de água em diversos locais da cidade”. Com relação ao acidente envolvendo Cláudia, a nota afirma que “havia já serviço da Secretaria de Obras em outro local da artéria, não havendo qualquer ligação com a cratera das chuvas de ontem”. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.