Caso Patrícia Roberta: Polícia não descarta assassinato relacionado ao ocultismo; saiba o que é

O corpo de Patrícia Roberta, de 22 anos, natural de Caruaru, foi encontrado nesta terça-feira (27), em João Pessoa

INVESTIGAÇÃO
Caso Patrícia Roberta: Polícia não descarta assassinato relacionado ao ocultismo; saiba o que é

Polícia prendeu, nesta terça-feira, o suspeito de matar Patrícia Roberta - Foto: Reprodução/Divulgação/Polícia Militar

Atualizada às 17h02

A delegada Emília Ferraz, titular da Delegacia de Homicídios da Paraíba, revelou, durante coletiva de imprensa, nesta quarta-feira (28), não descartar a hipótese de o assassinato da jovem caruaruense Patrícia Roberta Gomes, de 22 anos, ter relação com ocultismo. No entanto, a principal linha de investigação é feminicídio e ocultação de cadáver.  

Segundo a delegada, livros e objetos usados na prática de ocultismo foram encontrados com o suspeito na hora da prisão e no apartamento dele.

O principal suspeito pelo assassinato da pernambucana Patrícia Roberta Gomes, de 22 anos, passou por audiência de custódia, nesta quarta-feira (28), em João Pessoa, e teve a prisão preventiva decretada pelo Tribunal de Justiça da Paraíba.

Jonathan Henrique Conceição dos Santos, de 23 anos, foi preso em flagrante, nesta terça-feira (21), pelos crimes de feminicídio e destruição, subtração ou ocultação de cadáver. A prisão em flagrante foi convertida em preventiva. 

O que é ocultismo?

O ocultismo, também conhecido como ciências ocultas, é o conjunto de teorias e práticas que busca desvendar os segredos dos homens e da natureza. O termo ocultismo foi criado no século XIX pelo francês Eliphas Lévi e designa uma série de teorias, práticas e rituais baseados em conhecimentos secretos e sobrenaturais.

Uma forte corrente do ocultismo é a Nova Era que interliga várias seitas relacionadas ao ocultismo. A consulta dos astros é uma conduta pagã e idólatra sendo que quem se instrui através de horóscopo ou qualquer outro para saber a sorte está desobedecendo a Deus e praticando o ocultismo. Praticamente todas as religiões que derivam do ocultismo pregam sobre reencarnação.

Mulher se identificou como esposa do suspeito

Durante a coletiva, a delegada detalhou que Jonathan Henrique Conceição dos Santos, de 23 anos, teria mantido Patrícia no apartamento dele durante o final de semana, porém, boa parte do tempo, ele teria passado com uma mulher que se identificou, prestou depoimento à polícia ainda nesta terça-feira (27), e disse ser esposa do suspeito. A mulher estaria grávida dele.

Ela revelou ter passado boa parte do final de semana com Jonathan e uma travesti com quem o suspeito também teria um relacionamento. Os três se encontravam numa casa no bairro da Mangabeira, em João Pessoa, na Paraíba, onde ele foi preso. Eles teriam passado o final de semana usando drogas no local.

A mulher disse que sabia que Patrícia iria para João Pessoa, mas que não teve contato com a vítima.

Mesmo afirmando que o suspeito teria passado todo o final de semana com ela, a suposta esposa de Jonathan não soube explicar o motivo de Patrícia ter enviado uma mensagem para a mãe dela informando que o suposto amigo havia chegado em casa e que os dois estariam indo juntos para Caruaru. 

Relembre o caso

A vendedora Patrícia Roberta Gomes, de 22 anos, estava desaparecida desde o último domingo. Ela havia saído de Caruaru, onde morava, na sexta-feira, 23 de abril, para visitar o amigo em João Pessoa, na Paraíba. O último contato com família foi uma mensagem, enviada no domingo (25), em que Patrícia dizia à mãe que estava voltando para Pernambuco com o rapaz. Mas ela nunca chegou.

O corpo de Patrícia foi encontrado no início da tarde desta terça-feira (27). 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.