Vacina da Pfizer será distribuída apenas para Recife, Olinda e Jaboatão; entenda o motivo

Vacina da Pfizer também é aplicada em duas doses, com intervalo de 21 dias

COVID-19
Vacina da Pfizer será distribuída apenas para Recife, Olinda e Jaboatão; entenda o motivo

Vacina contra a covid-19 - Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Pernambuco aguarda a chegada de doses da vacina contra a covid-19 da Pfizer/BioNTech. O imunizante será distribuído apenas para três municípios da Região Metropolitana do Recife: Olinda, Jaboatão dos Guararapes e a capital pernambucana. A decisão foi pactuada entre o órgão federal, o Estado de Pernambuco e municípios. 

Nesta quinta-feira (29), Pernambuco recebeu mais doses das vacinas Astrazeneca e Butantan. O quantitativo, destinado para imunizar o grupo de pessoas com comorbidades, não contemplou os três municípios que receberão a vacina da Pfizer.

 

>> Reclamação é injusta, diz secretário estadual sobre cidades que apontam privilégio do Recife na vacinação

>> Brasil recebe primeiro lote da aguardada vacina da Pfizer nesta quinta-feira

>> Nova vacina contra covid no Brasil, Pfizer é segura? Qual a eficácia? Qual o intervalo entre as doses? Veja as respostas

 

Em entrevista à Rádio Jornal, nesta sexta-feira (30), o secretário Estadual de Saúde, André Longo, explica o motivo de apenas as três cidades receberem as doses da vacina da Pfizer. "O Ministério da Saúde tomou a decisão de que essas doses deveriam ser administradas nas capitais (...) Fizemos uma discussão em CIB (Comissão Intergestora Bipartite) e decidimos distribuir essas doses da Pfizer também para Jaboatão e Olinda", contou. "Pernambuco vai ser um dos poucos estados do país em que a Pfizer vai ser aplicada além da capital. São municípios que têm capacidade e estão próximas do Recife", completou o gestor.

De acordo com André Longo, o quantidade de doses não é grande, mas haverá uma compensação. "Vamos fazer uma compensação: os municípios que estão recebendo Pfizer vão receber menos Astrazeneca. A ideia do Ministério da Saúde é que nós comecemos pela imunização das pessoas com comorbidades, inclusive gestantes", destacou.

 

Vacina precisa de duas doses 

O imunizante também é aplicado em duas doses, com intervalo de 21 dias. Diferente das outras vacinas em uso no Brasil, a da Pfizer precisa ficar armazenada entre -25°C e -15°C por até 14 dias. O Governo de Pernambuco já possui os equipamentos necessários para garantir a conservação das doses e posterior distribuição às cidades.

Pelas condições restritivas de armazenamento da vacina, as secretarias municipais de saúde vão retirar as doses em pequenas quantidades, para cerca de quatro dias de vacinação. Nas salas de vacina, o armazenamento poderá ser feito entre 2°C a 8°C por até 5 dias. 

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.