POLÍTICA

Após apontar articulação de golpe e mortes de opositores, desembargador do TJPE diz que 'Brasil não sobreviverá com esse governo'


Desembargador do TJPE Bartolomeu Bueno fez mais um desabafo nas redes sociais criticando o governo federal

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 11/05/2021 às 17:37
Acervo JC Imagem
FOTO: Acervo JC Imagem
Leitura:

O desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco Bartolomeu Bueno afirmou, em publicação feita em uma rede social que "Brasil não sobreviverá com esse governo". A postagem foi feita nesta segunda-feira (10).

"O Brasil não sobreviverá com esse governo. Incluindo todos do Executivo. No Legislativo e no Judiciário se salvam muitos. Não tantos. Pobre Brasil", diz a publicação do desembargador do TJPE.

Postagem foi feita pelo desembargador nesta segunda-feira (10/05)
Postagem foi feita pelo desembargador nesta segunda-feira (10/05)
Reprodução/ Facebook

Declarações

Nos últimos meses, o desembargador do TJPE Bartolomeu Bueno publicou críticas ao Governo Federal. No dia 30 de abril, publicou que "já estão prendendo e torturando e assassinando quem se posiciona contra o atual governo [do presidente Jair Bolsonaro]".

"Nós já estamos vivendo um Estado de Exceção. Já estão prendendo e torturando e assassinando quem se posiciona contra o atual governo. A Policia Federal (um delegado que ousou investigar o ministro Sales, foi exonerado e está sendo ameaçado) e as forças armadas estão aparelhadas pelo governo (os comandantes e oficiais legalistas afastados). Vamos reagir. Os soldados, cabos e graduados e os oficiais de baixa patente ou subalternos (tenentes), estão com o povo. Onde já morreram mais 400 mil só de COVID, com previsão factível para um milhão até o final do ano), morrer mais um milhão ou dois milhões em uma guerrinha civil, não será nada. Estou nessa. Ninguém vai me golpear sem reação", dizia a postagem do desembargador do TJPE, que foi apagada após a repercussão.

Já no dia 13 de abril, o desembargador do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) Bartolomeu Bueno fez uma postagem em sua conta pessoal do Facebook em que afirmava que “todos os que têm o poder das armas estão se articulando para golpear o Estado Democrático e Social de Direito do Brasil e rasgar a Constituição em vigor”.

Desembargador Bartolomeu Bueno apagou postagem em que falava sobre articulação de golpe no Brasil
Desembargador Bartolomeu Bueno apagou postagem em que falava sobre articulação de golpe no Brasil
Reprodução/ Facebook

Um dia depois da publica, em entrevista à Rádio Jornal, ele explicou o motivo da publicação e disse que preferia morrer lutando. "Todo dia é uma ameaça ao Estado Democrático e Social de Direito e nós, como cidadãos, que defendemos a Constituição, temos que estar preparados. Não defendo a luta armada, mas, evidentemente, se tiver um golpe eu vou tentar me defender. Não vou aos 67, 68 anos de idade ser preso, torturado e morto. Eu prefiro ser morto lutando”, afirmou.


Mais Lidas