Novo canabidiol será comercializado a partir de julho nas farmácias do Brasil

Canabidiol é feito à base de maconha

SAúDE
Novo canabidiol será comercializado a partir de julho nas farmácias do Brasil

Canabidiol - Foto: Reprodução/ Internet

A partir de julho, as farmácias do Brasil recebem um novo canabidiol - remédio derivado da maconha. A Nunature é a segunda marca a receber autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para comercializar o produto no Brasil. 

A expectativa é que, com a chegada desta nova marca, o acesso ao canabidiol seja facilitado. Até abril, apenas a farmacêutica Prati Donaduzzi era autorizada a produzir e vender o produto no país. Um frasco com 3.000 mg custa cerca de R$ 2.300. A tendência é que o preço caia com a chegada de um novo concorrente. 

“O processo foi rigoroso e extensivo como deve ser e nós merecemos ele, porque exigiu bastante paciência e força. Nós fizemos isso porque nós sabemos o quão importante o Brasil é.  E o Brasil é agora um tipo de ponta de lança do mercado de cannabis. O Brasil chegou um pouco atrasado nessa “festa”, mas agora que vocês estão aqui, nós estamos felizes por ser aqueles que vão atender a campainha que vocês tocaram porque nosso canabidiol de full espectrum é único no mercado”, disse à revista Exame o vice-presidente de Sales & Marketing da empresa, Christopher Cowart.

"A maioria dos produtos é de matéria-prima isolada. São 2.000, 3.000 mg isoladas de canabidiol. Então, ele tem residuais de outros componentes de canabinoides, inclusive o THC, a níveis aceitáveis pela legislação. Por mais que a nossa concentração seja "baixa", dentro dos estudos os efeitos terapêuticos são mais eficazes em relação ao isolado nas mesmas concentrações", explicou Jorge Felipe Lara, vice-presidente de Operações no Brasil. 

A expectativa é que o produto chegue a 60 mil farmácias no país. “Já estamos bem adiantados com redes de farmácias e distribuidoras nacionais. Nós queremos usar o canal padrão de distribuição farmacêutica. Nosso produto é um produto que entra como “tarja preta”, então ele merece esse cuidado. Hoje já temos contrato com a Raia Drogasil, mas estamos em conversa com todas. A procura por parte do mercado farmacêutico tem sido muito grande”, comentou Bruno Santanna, vice-presidente de Logística da Nunature no Brasil. Para adquirir o produto, será necessária uma receita médica. 

Plantação de maconha

As empresas ainda aguardam autorização para plantar a cannabis em território brasileiro. A Câmara dos Deputados já emitiu parecer favorável para que isso aconteça.

TAGS

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.