Segurança Pública

Paulo Câmara volta atrás e decide adiar convocação de aprovados em concursos de polícias


Mais cedo, governo do Estado de Pernambuco havia criado expectativa ao garantir convocação de mais de mil aprovados em concursos das polícias Civil, Militar e Científica e do Corpo de Bombeiros

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 12/05/2021 às 12:13
Aluisio Moreira/SEI
FOTO: Aluisio Moreira/SEI
Leitura:

*Com informações de Raphael Guerra, do Jornal do Commercio.

O governador Paulo Câmara decidiu adiar a convocação de aprovados em concursos das polícias Civil, Militar e Científica e do Corpo de Bombeiros de Pernambuco. A decisão veio horas após o governo anunciar que faria a convocação de 1.085 aprovados em uma cerimônia nesta quarta-feira (12).

A cerimônia estava marcada para às 11h. No horário, a assessoria de imprensa do palácio do Campo das Princesas - sede do executivo estadual - informou que o evento estava cancelado, frustrando candidatos que aguardavam serem convocados.

"Não haverá anúncio da convocação dos aprovados nos concursos para segurança pública de Pernambuco. As tratativas sobre o cronograma da convocação ainda estão em andamento e serão divulgadas em breve", disse o comunicado.

Em janeiro deste ano, durante reunião do Pacto pela Vida, o governador chegou a dizer que os cursos de formação começariam em abril. Com o prazo vencido, o governo culpou a pandemia do novo coronavírus e assumiu o atraso.

Entenda a situação

A previsão inicial era de que 750 aprovados no concurso da Polícia Militar começariam o curso de formação de soldados no último mês de abril. O curso deve durar seis meses. Naquele mês, 60 seriam convocados para curso de oficial. Para janeiro de 2022, há a previsão de convocação de mais 700 pessoas para a segunda turma de soldados.

Para o Corpo de Bombeiros, 100 aprovados começariam o curso em abril. O tempo é de sete meses. Vinte também seriam chamados para curso de oficial, com duração de 12 meses. A ideia é que, em janeiro de 2022, outros 100 serão convocados para curso de formação.

PCPE

No caso da Polícia Civil, 50 aprovados deveriam ter sido convocados para formação de delegado a partir de abril. Duração do curso é de 4 meses. Em abril de 2022, mais 50 convocações são aguardadas.

Na Polícia Científica, seriam 50 aprovados que fariam o curso para médico legista, com duração de quatro meses, contados a partir de abril. 45 pessoas fariam curso para auxiliar de perito.


Mais Lidas