Dia de Santa Corona, a padroeira das epidemias: confira oração pelo fim da pandemia de covid-19


Neste dia 14 de maio, comemora-se o Dia de Santa Corona, que está sendo lembrada em orações pelo fim da pandemia do novo coronavírus

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 14/05/2021 às 9:39
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Apesar de pouco conhecida no Brasil, uma santa que viveu na Síria por volta do século II depois de Cristo está sendo lembrada nesta sexta-feira (14 de maio). Santa Corona, padroeira dos madeireiros, também é invocada por vítimas de epidemias e, a coincidência do nome, faz com que muitos fiéis católicos a coloquem em orações pelo fim da pandemia do novo coronavírus.

Acredita-se que Santa Corona tenha morrido, aos 16 anos de idade, após se recusar a negar sua fé em Jesus Cristo. De acordo com apuração do jornal O Globo, ao ver um homem cristão sendo torturado por soldados romanos, Corona tentou ajudá-lo, mas foi igualmente torturada e morta. Os soldados teriam amarrado a jovem entre duas árvores curvadas que, ao voltarem para a posição normal - na vertical -, imprimiram grande força no corpo da mártir, que acabou sendo esquartejado.

De acordo com a agência alemã Deutsche Welle, moradores de uma pequena cidade da Áustria, que leva o nome de Santa Corona, costumavam rezar pela santa quando doenças contagiosas atacavam animais de pequenas propriedades rurais da região.

Pela forma como foi assassinada, inicialmente, Santa Corona foi lembrada pelos madeireiros, mas, logo depois, também passou a receber pedidos por quem sofre com doenças e dificuldades financeiras. Não se sabe exatamente qual era o nome de batismo da Santa. Em latim, "corona" quer dizer "coroa", a moeda da época.

Uma parte das relíquias de Santa Corona está guardada na basílica de Anzu, na Itália. Outra parte foi levada a Aachen, na Alemanha, onde os responsáveis pela catedral da cidade querem expor as relíquias ao fim da pandemia.

À Agência Alemã de Imprensa (DPA), a porta-voz da Catedral de Aachen, Daniela Lövenich, explicou que Santa Corona recebe orações de vítimas de epidemias. “Entre outras coisas, Santa Coroa é considerada uma santa padroeira contra epidemias. É isso que torna tão interessante neste momento", disse.

Com a semelhança pelo nome, Santa Corona também passou a ser considerada padroeira da luta pelo fim da pandemia. "Como vários outros santos, a Santa Corona pode ser fonte de esperança nesses tempos difíceis", afirmou à Reuters a chefe da Câmara dos Tesouros da Catedral de Aachen, Brigitte Falk.

Oração pelo fim da pandemia

A comunidade católica Canção Nova publicou em seu site oficial a seguinte oração pelo fim da pandemia:

“Senhor Jesus, Médico dos médicos,

que curastes com amor os enfermos,

e nunca deixastes de acolher a todos,

vinde em nosso socorro, neste momento

em que o medo nos aprisiona.

Libertai-nos do mal da pandemia,

que avança sobre o nosso Brasil e todo o mundo.

Acreditamos, Senhor,

que tudo pode ser mudado pela força da oração.

Olhai por todos aqueles que estão

infectados com o coronavírus.

Acolhei junto a Ti as almas

de tantas vítimas desse vírus em todo o mundo,

e libertai do medo os que se encontram catalogados

como casos suspeitos.

Concedei-nos a sabedoria para seguirmos

as orientações necessárias

neste momento em que caminhamos lado a lado

com o medo do contágio.

Amado Jesus, que não nos falte a fé nem o discernimento,

para nos prevenirmos contra o mal

que, rapidamente, tende a crescer a cada dia.

Auxiliai com Tua graça os profissionais da área da saúde,

para que descubram a vacina contra o coronavírus.

Dai-nos Tua mão e concedei-nos a paz

diante desta tempestade que nos rouba a serenidade.

Em Ti confiamos, e em Teu Sagrado Coração

nos refugiamos neste momento em que o mundo

clama por Tua infinita misericórdia.

Assim seja!”


Mais Lidas