PASSANDO A LIMPO

Nos EUA, vacinados não precisam de máscara nem de isolamento


Segundo a correspondente Fabíola Góis, pesquisas apontam que vacinas aplicadas nos EUA têm grau de eficácia de 97%

Elaine Santana
Elaine Santana
Publicado em 14/05/2021 às 14:56
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

Poder circular nas ruas sem preocupação com a covid-19, encontrar parentes e amigos e dispensar a máscara é o sonho de todas as pessoas. Os Estados Unidos deram o primeiro passo para esta luz no fim do túnel. No programa Passando a Limpo, da Rádio Jornal, desta sexta-feira (14), a correspondente Fabíola Góis explicou que este é mais um incentivo para que a população se vacine.

Agora, a população dos EUA pode tirar as máscaras tanto em ambientes fechados quanto ao ar livre.

Antes do esperado

Fabíola Góis, assim como muitas pessoas, mostrou surpresa com a decisão do governo norte-americano. "Eu não esperava que isso fosse acontecer tão rapidamente. Porque a gente ouvia dizer que para que isso acontecesse a maioria da população deveria estar vacinada; aquela imunidade de rebanho, com mais de 70%. E lá nos EUA esse número está na metade. Apenas 35% da população está totalmente imunizada e 45% tomou pelo menos uma dose da vacina', lembrou ela.

Apesar de ainda não ter atingido a imunidade de rebanho, pesquisas apontam que as vacinas aplicadas nos EUA - Johnson & Johnson, Pfizer e Moderna - têm um grau de eficácia enorme, de 97%.

Como ouvir?

O programa Passando a Limpo discute os principais assuntos do dia, de segunda a sexta-feira, das 9h às 10h. Você pode sintonizar na 90.3 FM. Também é possível acompanhar o programa no formato de podcast. Para isto, basta acessar o site da emissora ou o app da Rádio Jornal, disponível em Google Play, para Android, e Apple Store, para iOS; ou escutar pelo Apple Podcasts ou Spotify.


Mais Lidas