PASSANDO A LIMPO

Brasil poderá receber vacinas doadas pelos EUA


Segundo correspondente Fabíola Góis, há uma pressão mundial para que EUA foquem em países com altos índices de covid-19, como é o caso do Brasil

Elaine Santana
Elaine Santana
Publicado em 18/05/2021 às 16:18
Reprodução/Rádio Jornal
FOTO: Reprodução/Rádio Jornal
Leitura:

O mundo está aguardando a decisão dos EUA sobre as nações que receberão as doações de 80 milhões de doses de vacinas contra a covid-19. Deste total, 20 milhões serão distribuídas já agora no mês de junho. Durante coluna no programa Passando a Limpo desta terça-feira (18), a correspondente da Rádio Jornal em Washington, Fabíola Góis, disse que Brasil também está nesta expectativa.

Ela reforçou que "há a expectativa de que venha para o Brasil e para a Índia porque os EUA estão preocupados. É de se levar em consideração também que o número de turistas brasileiros é enorme, então eles têm interesse na vacinação em massa da população brasileira."

Expectativa brasileira cresceu desde que os EUA anunciaram doação de 80 milhões de doses de vacinas

" Há uma pressão internacional grande para que os EUA foquem em países que estão com altos índices de covid-19, como é o caso do Brasil

Recuperação de espaço

Segundo análise de Fabíola Góis, a decisão do presidente Joe Biden representa uma tentativa de recuperar o espaço dos EUA no mundo, já que estaria perdendo posição para a China. Ainda de acordo com ela, a China, em um ano, liberou vacina para 240 milhões de pessoas. E só agora os EUA estão falando em 80 milhões de doses.

Como ouvir?

O programa Passando a Limpo discute os principais assuntos do dia, de segunda a sexta-feira, das 9h às 10h. Você pode sintonizar na 90.3 FM. Também é possível acompanhar o programa no formato de podcast. Para isto, basta acessar o site da emissora ou o app da Rádio Jornal, disponível em Google Play, para Android, e Apple Store, para iOS; ou escutar pelo Apple Podcasts ou Spotify.


Mais Lidas