Morte de MC Kevin

Drogas, festa clandestina, praia e ligação para a mãe: veja como foram as últimas 24 horas de vida de MC Kevin


MC Kevin morreu na noite do último domingo. De acordo com testemunhas, horas que antecederam a tragédia foram de vários acontecimentos na vida do cantor

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 18/05/2021 às 12:06
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

As horas que antecederam a morte trágica do cantor MC Kevin foram intensas. Entre o sábado (15) e o domingo (16), o cantor esteve na companhia de vários amigos, participou de um show clandestino e passeou pelo Rio de Janeiro, cidade onde morreu. Ao longo da segunda-feira (17), a Polícia Civil colheu depoimento de várias testemunhas e tenta entender o que de fato aconteceu no quarto de onde o funkeiro caiu. Veja a cronologia das horas que antecederam a morte:

Noite de sábado

MC Kevin foi ao Rio de Janeiro para participar de uma festa que, de acordo com a prefeitura carioca, não tinha autorização. O evento se chamou “Baile do Imperador”, ocorreu na noite do sábado (16) e madrugada do domingo (17), e não se sabe exatamente quantas pessoas reuniu. No show, em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, muitas pessoas apareceram sem máscara e sem distanciamento social em vídeos que circulam na internet. MC Kevin estava hospedado no hotel Brisa Barra, na orla da Barra da Tijuca, área nobre do Rio.

Tarde de domingo

  • Praia

Em torno das investigações, a polícia tem uma testemunha que diz ter estado presente no momento da queda de MC Kevin do 5º andar do hotel. A garota de programa Bianca Domingues, de 26 anos de idade, disse que conheceu MC Kevin por volta das 13h do domingo (16) em um quiosque em frente ao hotel onde o artista estava hospedado. À polícia, Bianca disse que Kevin estava acompanhado do também funkeiro MC Vitor VK e outros quatro amigos.

No depoimento prestado à polícia, Bianca disse que, cerca de quatro horas depois, passou novamente pela praia e foi convidada por Vitor a subir para um apartamento do hotel, sob o pretexto de que Kevin gostaria de ficar com ela.

  • Drogas

De acordo com vários veículos de imprensa do Rio de Janeiro, testemunhas disseram à polícia que Kevin usou drogas durante as horas que antecederam a queda. Não foi divulgado, entretanto, quais substâncias ilícitas teriam sido usadas pelo cantor. A Polícia Civil já pediu um exame toxicológico que vai confirmar se havia algum vestígio de droga no cadáver. A confirmação sobre o uso ou não de entorpecentes pode ajudar os investigadores a concluírem o que pode ter ajudado na queda.

Final da tarde de domingo

  • Última conversa com a mãe

Por volta das 17h do domingo, cerca de 1 hora antes de cair do 5º andar do hotel, Kevin conversou com a mãe pelo telefone. Dona Valquíria contou à imprensa como foi o telefonema. “A última coisa que ele falou para mim foi que me amava. O Kevin era um menino de família, ficou do meu lado a vida inteira”, disse a mãe de Kevin, bastante emocionada.

  • Sexo

A mesma garota de programa que afirmou à polícia que Kevin esteve na praia durante a tarde de domingo disse aos investigadores que fez sexo com Kevin momentos antes da queda. De acordo com Bianca Domingues, Kevin tentou pular para o apartamento de baixo por medo de ser descoberto pela esposa, Deolane Bezerra, que estava no mesmo hotel. Kevin e Deolane haviam se casado há menos de um mês.

Segundo Bianca, Kevin pensava que a esposa estava na porta do quarto e poderia flagrar o marido na companhia da garota de programa. O sexo entre os dois teria acontecido na varanda do apartamento.

MC Vitor VK confirmou a informação à polícia e disse que também fez sexo com a garota de programa.

Investigações

Por enquanto, pelo menos oito pessoas já prestaram depoimentos à polícia. Os investigadores também apreenderam cinco celulares que vão ser periciados. Entre os aparelhos apreendidos, estão o do próprio cantor, da viúva Deolane e da garota de programa.


Mais Lidas