pandemia

Após novas restrições contra a covid-19 em Pernambuco, saiba como fica a situação das escolas


O Governo de Pernambuco anunciou outras medidas contra a propagação da covid-19

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 24/05/2021 às 19:45
YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
FOTO: YACY RIBEIRO/JC IMAGEM
Leitura:

Entre as novas restrições anunciadas pelo Governo de Pernambuco, nesta segunda-feira (24), as escolas não sofreram alterações e as aulas presenciais na rede de ensino público e privado seguem permitidas no Estado, seguindo as medidas de restrições contra a propagação da covid-19.

A volta às aulas aconteceu em meio à greve decretada pelo Sindicato dos Professores de Pernambuco. O governo estadual entrou na justiça contra a paralisação e o Tribunal de Justiça acatou o pedido, decretou o fim da greve e estabeleceu uma multa diária de R$ 200 mil ao sindicato, em caso de descumprimento da ordem judicial.

> Mesmo com restrições, Pernambuco mantém aulas presenciais nas escolas

Segundo o secretário Executivo de Educação, caso algum professor falte sem justificativa, terá o ponto cortado, mas os professores decidiram manter a greve, mesmo após determinação para o fim do movimento.

5 milhões sem aulas em 2020

O número de crianças e adolescentes sem acesso a educação no Brasil saltou de 1,1 milhão em 2019 para 5,1 milhões em 2020, de acordo com o estudo Cenário da Exclusão Escolar no Brasil - um Alerta sobre os Impactos da Pandemia da Covid-19 na Educação, lançado nesta quinta-feira (29) pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria com o Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec) Educação.


Mais Lidas