NOVO CORONAVÍRUS

Quais máscaras garantem melhor proteção contra a covid-19? Veja ranking baseado em estudo da USP

Enquanto algumas máscaras chegam a filtrar quase 100% de partículas que podem conter a covid-19, outras barram só 15%.

Atualizada em 28/05/21, às 8h38
Atualizada em 28/05/21, às 8h38
Publicado em 26/05/2021 às 18:15
FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
FOTO: FREEPIK/BANCO DE IMAGENS
Leitura:

Em meio à pandemia causada pelo novo coronavírus (covid-19), não é difícil encontrar pessoas com diferentes máscaras circulando em terminais de ônibus, caminhando nas calçadas ou até em suas próprias residências, tentando ao máximo se proteger do vírus. Para saber a eficácia dessas máscaras, um estudo feito pelo Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP) analisou 227 modelos encontrados em farmácias de todo o Brasil.

>> Máscara PFF2 pode ser usada por quantas horas? Existe modelo infantil? Saiba mais sobre o equipamento de proteção contra a covid-19

>>>Máscara de tecido protege do coronavírus? E de TNT? Médico responde

O resultado mostrou uma grande diferença: enquanto algumas máscaras chegam a filtrar quase 100% de partículas que podem conter o coronavírus, outras barram só 15%.

Confira o ranking

Máscara de tecido - 4° lugar

Queridinha da população, a máscara de tecido não teve um bom desempenho na pesquisa. A eficácia por capacidade de reter micropartículas da atmosfera que podem conter o coronavírus variou de 15% a 70%, resultando na média de 40% de proteção. Esse tipo de máscara pode ser lavado e reutilizado.

Máscara de TNT - 3° lugar

A máscara de TNT no modelo SMS (de três camadas) revelou possuir uma eficácia por capacidade de filtragem de 87% no estudo. Já o modelo simples de TNT alcançou a porcentagem de 78%.

De acordo com o infectologista Gabriel Serrano, as máscaras de TNT, duram até duas horas em um ambiente controlado, como o de um hospital. "Na rua mesmo, com suor, fuligem, maquiagem a eficácia dela diminui drasticamente, ou seja, não adianta muita coisa", revelou o médico, em entrevista à reportagem da TV Jornal.

Serrano acrescentou que as máscaras de TNT não são ideais para lavagem. "É ideal descartá-las. São máscaras descartáveis".

Máscara Cirúrgica - 2° lugar

Na pesquisa, a máscara cirúrgica garantiu o segundo lugar de eficácia, com 89%. Essa máscara é normalmente utilizada por profissionais de saúde durante procedimentos. Ela apresenta como diferenciais um material que filtra partículas menores que os tecidos comuns e a presença de um arame que permite uma melhor adequação ao contorno da área do nariz, minimizando frestas e aumentando a proteção.

Máscara PFF2 (Equivalente a N95) - 1° lugar

A campeã do ranking das máscaras foi a PFF2, equivalente ao modelo N95, com 98% de eficácia por capacidade de filtragem de micropartículas que podem carregar o covid-19. Também produzidas em nível industrial para profissionais de saúde, elas buscam oferecer a melhor proteção contra aerossóis, as menores partículas respiratórias possíveis para a transmissão dos vírus.

Como usar a máscara de forma correta?

  1. Higienize as mãos. Antes de tocar a máscara médica limpa, você deve lavar bem as mãos com água e sabonete. Aplique sabonete às mãos molhadas e esfregue uma na outra por pelo menos 20 segundos. Depois, enxague. Seque as mãos com uma folha de papel-toalha e, depois, descarte-a no lixo.
  2. Veja se a máscara tem algum defeito. Depois de tirar a máscara médica nova da caixa, veja se ela está em perfeitas condições ou se tem algum defeito, como rasgos. Se houver, jogue-a fora e use outro acessório.
  3. Coloque a máscara na posição correta. A extremidade superior da máscara é a que tem um detalhe que se encaixa bem no nariz da pessoa. Portanto, ela deve ficar virada para cima na hora de vestir o acessório
  4. Coloque a máscara do lado certo. A parte interna das máscaras médicas é branca, enquanto a externa tem alguma outra cor. Antes de vestir o acessório, veja se ele está do lado correto
  5. Coloque a máscara no rosto. Existem diversos tipos de máscaras médicas no mercado, cada um com um método próprio de aplicação. Com alças para as orelhas: algumas máscaras têm duas alças laterais para as orelhas. Geralmente, elas são feitas de algum material elástico. Pegue o acessório pelo elástico, passe um pela primeira orelha e o outro pela segunda.
    De amarrar: algumas máscaras têm tiras de amarrar na nuca. No geral, há dois pares (um em cima e outro embaixo). Pegue o acessório pelas tiras superiores, passe-as para trás da cabeça e dê o nó.
    Com faixas: algumas máscaras têm duas faixas elásticas que passam para trás da cabeça (sem a necessidade de amarrar). Coloque o acessório no rosto, puxe a faixa superior por cima da cabeça e passe para a nuca. Depois, puxe a faixa inferior com o mesmo movimento.
  6. Ajuste a máscara no nariz. Depois de colocar a máscara na cabeça e no rosto, segure-a na ponte do nariz com o indicador e o polegar.
  7. Se necessário, amarre a tirinha inferior da máscara. Se estiver usando uma máscara de amarrar, dê o nó na base da cabeça. Como o acessório pode acabar não funcionando se você tentar mexer nele demais, é melhor esperar até a parte do nariz ficar no lugar certo antes de amarrar as tiras inferiores
  8. Ajuste a máscara no rosto e debaixo do queixo. Depois de prender bem a máscara, ajuste-a e cubra a boca e o nariz e passe a parte inferior do acessório por baixo do queixo.

Mais Lidas