pandemia

Covid-19: Mais um caso da variante indiana é confirmado no Brasil


A Vigilância Epidemiológica acompanha o paciente infectado desde chegada dele ao hospital

Com informações da Agência Brasil
Com informações da Agência Brasil
Publicado em 28/05/2021 às 18:40
Robson Valverde/SES-SC
FOTO: Robson Valverde/SES-SC
Leitura:

A prefeitura de Juiz de Fora informou ter sido notificada pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde do Estado de Minas Gerais, nesta sexta-feira (28), de que o sequenciamento genético de um paciente internado na Santa Casa de Misericórdia do município teve resultado positivo para a variante indiana do novo coronavírus.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde diz que o paciente está sendo acompanhado e monitorado pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica desde a sua chegada ao município, na Zona da Mata mineira.

“Tão logo os primeiros sintomas foram apresentados, foi realizado o teste pela Fundação Ezequiel Dias para detecção da presença do vírus e recolhimento do material biológico para exame de sequenciamento genético”, informa a secretaria.

> Variante indiana: São Paulo inicia triagem de passageiros em Congonhas

Segundo a prefeitura, todas as medidas e protocolos de segurança sanitária foram adotados. O paciente foi isolado e encontra-se nas instalações do hospital.

Variante da covid-19 em Pernambuco?

Durante a coletiva online sobre a covid-19 em Pernambuco, na quinta-feira (27), o secretário de saúde do Estado, André Longo, afirmou que a situação crítica de altos índices na região do Agreste levam a crer na possibilidade de uma nova variante da covid-19 estar presente no Estado. Caso a hipótese seja confirmada, o secretário detalhou o auxílio que será pedido ao Governo Federal.

> Infectologista alerta que variante do coronavírus mais temível não é a indiana, mas a inglesa

> Variante indiana: “não tenho nem palavras”, desabafa especialista sobre falhas de vigilância na chegada de voos ao Brasil

"Já dividimos essa preocupação com o Ministério da Saúde, inclusive falei por telefone com o ministro Queiroga, da necessidade de uma vigilância genômica de forma mais ágil, mais rápida, já que o Brasil ainda peca na avaliação dessas variantes através do sequenciamento genético. Então, já separamos amostras mais recentes, desse mês de maio, para sequenciamento, e pedimos suporte ao Governo Federal para nos ajudar com isso", informou André Longo.


Mais Lidas