RECONHECIMENTO

Brega a um passo de se tornar Patrimônio do Recife, e Michelle Melo comemora: 'cultura é tudo aquilo que faz parte do dia a dia do povo'


Projeto de Lei que torna o movimento brega Patrimônio Cultural Imaterial do Recife aguarda sanção do prefeito João Campos

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 01/06/2021 às 19:03
Douglas Rocha/ Divulgação
FOTO: Douglas Rocha/ Divulgação
Leitura:

Foi aprovado em segunda votação, nesta terça-feira (1º), o Projeto de Lei 01/2021 de autoria do vereador Marco Aurélio Filho (PRTB) que tornará o movimento brega Patrimônio Cultural Imaterial da cidade. A proposta, aprovada durante sessão virtual da Câmara Municipal do Recife, agora segue para a sanção do prefeito João Campos (PSB), que terá 15 dias para sancionar, ou não, o projeto.

O vereador Marco Aurélio fala sobre a importância do projeto para o movimento brega. “Com esse título de patrimônio imaterial a gente consegue fazer políticas públicas a longo prazo. Toda vez que a gente falar da cultura do Recife, de políticas públicas de incentivo à cultura o brega vai ter o seu espaço. Com esse título também eu quero chamar atenção para que todos os eventos do Recife (...) nós possamos ter, no futuro, pelo menos, um artista do frevo e um do brega”, comentou, acrescentando que essa é uma forma de dar mais visibilidade a esses artistas.

Marco Aurélio ainda fala sobre o impacto social e econômico do brega. “Além de ser um ritmo, ele tem um forte impacto econômico e social. Social no sentido de você, literalmente, levar a representatividade da periferia para o asfalto (...) Nós temos, do movimento brega, muitas pessoas que, por exemplo, vendem camisas e chaveiros com as frases do brega. Temos artistas que deixaram de entrar na criminalidade por conta da música. Esse aspecto social é importante, além do fato econômico. A partir do momento que a gente chega junto, enquanto poder público, além da gente valorizar essas pessoas que fazem o movimento, vamos conseguir incentivar, aprimorar e profissionalizar”, reforçou.

Cantora de brega comemora

Considerada a Rainha do Brega, a cantora Michelle Melo fala sobre a importância do reconhecimento. "Eu acho que o brega é um movimento que merece respeito por toda sua história de luta, perseverança, por ter feito pessoas, na maioria dos casos, autodidatas, que não tiveram medo de enfrentar seus sonhos e dificuldades financeiras. Hoje a gente tem produtores interessados no brega, mas quando começou, era uma coisa que dependia única e exclusivamente dos seus artistas", apontou.

Michelle Melo comemora a aprovação do projeto e espera que os artistas tenham mais respeito. "É causa de grande alegria. Espero que, com esse projeto, venha também mais respeito, empatia e oportunidades para o povo do brega, porque a gente faz parte dessa cidade (...) Como diz o dicionário: cultura é tudo aquilo que faz parte do dia a dia do povo", frisou.


Mais Lidas