Ajuda

Vídeo mostra desespero de cachorros famintos presos em casa no Recife e cria rede de solidariedade; Veja como ajudar


Animais precisam de cuidados veterinários, além de alimentação

Karina Costa Albuquerque Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Karina Costa Albuquerque
Publicado em 06/06/2021 às 19:39
Cortesia/ Arquivo pessoal
FOTO: Cortesia/ Arquivo pessoal
Leitura:

Um vídeo com cães famintos sendo alimentados pela primeira vez, depois de muitos dias de abandono, tem mobilizado defensores da causa animal, no Recife. A gravação foi feita em uma casa, no bairro de Nova Descoberta, Zona Norte, e divulgada nas redes sociais, nesse sábado (5).

Nas imagens, dezenas de cães disputam a ração. Os cachorros estão muito magros e há bastante sujeira no local.

>> Vídeo mostrando desespero de cachorros famintos presos em casa no Recife comove e cria rede de solidariedade. Veja como ajudar

Como ajudar

O grupo "Amor Sem Fronteiras" pode ser contatado pelo Instagram, ou pelo Whatsapp 81 99885 671. Eles aceitam doação de ração para os animais, medicamentos, como vermífugos e antitóxicos, veterinários voluntários ou quem se disponha a colaborar com o custeio de exames dos animais.

>> Saiba como doar para o Transforma Caruaru

>> Mãe de sete filhos e grávida de gêmeos enfrenta dificuldade durante pandemia da covid-19

>> Hélio dos Anjos pede ajuda dos alvirrubros para comprar equipamento para o Náutico

Cerca de 1 mês

O vídeo foi divulgado por Solange Oliveira, vizinha da casa onde os animais estão. Ela conta que o imóvel está abandonado, há cerca de um mês, desde que a proprietária, uma senhora de 72 anos, foi levada para casa de parentes, por estar muito doente.

"Ela morava sozinha na casa, com uns 20 cachorros. Parece que ficou muito doente e uma filha a levou. Desde então, a casa está fechada. Eu só vim saber da situação dos cachorros na última quinta-feira", diz Solange, que conseguiu, junto ao grupo "Amor Sem Fronteiras", que mantém ações de proteção e defesa dos direitos dos animais, um saco de ração de 14 kg, oferecido aos cães. "Comeram 9kg rapidinho", diz a vizinha. Há ainda denúncia de que dois homens entraram na casa e chegaram a levar três cães "para dar um fim neles".

Situação complicada

Domingos Sávio, fundador do grupo "Amor Sem Fronteiras", esteve no local, no início da tarde deste domingo (6), e falou que a situação é deprimente. "É pior do que eu pensava. Há cachorros de todas as idades, desde filhotes a idosos. Há uma cadela que, pelo jeito, pariu recentemente. Muitos apresentam sintomas de verminoses e, pelo menos, um animal está febril", disse ele. Sávio ainda relatou muita sujeira no local, com fezes de animais em todo canto, além de carrapatos. "Vamos fazer uma limpeza no local e, de início, os cachorros ficarão aqui, já que nossos abrigos estão lotados. Mas continuaremos dando assistência aos animais, junto com o apoio de dona Solange, que foi quem denunciou o caso, até que eles estejam em condições de serem adotados", diz Domingos Sávio.


Mais Lidas