São Paulo adianta vacinação contra a covid-19 e quer vacinar todos os adultos até setembro; veja cronograma

Anúncio de novo calendário de vacinação contra a covid-19 do Governo de São Paulo foi feito neste domingo (13)

IMUNIZAÇÃO
São Paulo adianta vacinação contra a covid-19 e quer vacinar todos os adultos até setembro; veja cronograma

Expectativa é vacinar todos os adultos do estado até 15 de setembro - Foto: Marcello Casal Jr./ABr

Da Agência Brasil

O governo do estado de São Paulo adiantou em 30 dias o calendário de vacinação contra a covid-19 e pretende agora vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro. O anúncio foi feito neste domingo (13), durante entrevista coletiva convocada pelo governador João Dória.

Segundo o novo calendário, adultos sem comorbidades com idades entre 50 e 59 anos serão vacinados a partir do dia 16 de junho. Esse público é formado por cerca de 3 milhões de pessoas.

Já adultos sem comorbidades com idades entre 43 e 49 anos serão vacinados a partir do dia 23 de junho. A expectativa do governo paulista é vacinar cerca de 3 milhões de pessoas dessa faixa etária.

 

>> Veja quando todos os moradores de Fernando de Noronha estarão vacinados contra a covid-19

>> Vacina da Janssen: Paulo Câmara anuncia entrega também para áreas críticas do Agreste e Sertão; veja cidades que receberão doses

 

Pessoas com idade entre 40 e 42 anos serão vacinadas a partir do dia 30 de junho. Esse público corresponde a cerca de 1,45 milhão de pessoas.

 

>> É seguro tomar vacina da Janssen a poucos dias do prazo de validade? Brasil vai receber lote válido até 27 de junho

 

Além desses grupos, o governo divulgou que pretende vacinar pessoas com idades entre 35 e 39 anos a partir do dia 15 de julho; pessoas entre 30 a 34 anos a partir de 30 de julho e pessoas entre 25 e 29 anos a partir do dia 16 de agosto. O último grupo a ser vacinado será o das pessoas com idades entre 18 e 24 anos, a partir do dia 1° de setembro.

 

>> Por que a vacina da Pfizer é a preferida dos brasileiros? Ela tem maior eficácia contra a covid-19?

 

O novo calendário foi planejado com base na programação de entrega de vacinas prevista pelo Programa Nacional de Imunizações, anunciado pelo Ministério da Saúde.

Veja o cronograma do Governo de São Paulo

Segunda dose

O governo paulista alerta que a vacinação contra a covid-19 é feita atualmente com duas doses de vacina. Por isso, ele pede para que as mais de 400 mil pessoas que ainda não tomaram a segunda dose no estado, procurem um posto de saúde para completar o seu esquema vacinal.

 

>> É seguro tomar vacina da AstraZeneca? Por que jovens têm mais reações ao imunizante? Veja o que diz o médico

 

"Fica aqui nossa solicitação para que as pessoas que não retornaram e não tomaram a segunda dose, o façam independente do tempo que tomaram a primeira dose", disse Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Vacinação de São Paulo.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.