TRATAMENTO

Paulo Câmara anuncia que Pernambuco atingiu menor taxa de ocupação de UTIs públicas de covid-19 desde fevereiro


Segundo o governador, uma das causas para esse resultado é a séria de medidas restritivas impostas contra a covid-19 em Pernambuco

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 17/06/2021 às 16:12
Reprodução/TV Jornal
FOTO: Reprodução/TV Jornal
Leitura:

Pela primeira vez, em quatro meses, a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ficou em 87%, zerando a fila de espera por vagas de UTI em Pernambuco. A informação foi dada, nesta quinta-feira (17), em pronunciamento do governador Paulo Câmara.

O governador comentou que o resultado é fruto de uma série de medidas restritivas intensificadas a partir de 7 de dezembro de 2020, além do avanço da vacinação e da expansão da rede de UTIs em Pernambuco, que hoje é a maior das regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste.

“Temos um longo caminho pela frente até chegarmos ao patamar de retomada que estamos vendo nos Estados Unidos e em alguns países da Europa. Estamos avançando no Plano de Convivência, mas não é hora de relaxar os cuidados”, salientou Paulo Câmara.

Medidas devem ser mantidas

O governador reforçou ainda que a população continue usando máscara, evitando aglomerações e ajudando as pessoas que ainda não se vacinaram, embora já tenha chega a sua vez, a marcarem a imunização. “É muito importante observar o calendário e tomar a segunda dose da vacina. Vamos fazer um grande esforço, em parceria com os municípios, para completar a imunização de quem só recebeu a primeira dose”, finalizou.

Assista o pronunciamento:


Mais Lidas