Defensoria Pública pede integridade física do ''Serial killer de Brasília'' em caso de prisão; veja o documento

A Defensoria Pública do Distrito Federal pediu proteção para que Lázaro Barbosa seja ''submetido ao devido processo legal''

CASO DE POLíCIA
Defensoria Pública pede integridade física do ''Serial killer de Brasília'' em caso de prisão; veja o documento

Lázaro tem 32 anos e uma longa ficha criminal que inclui homicídio, estupro, roubo, latrocínio e porte ilegal de arma de fogo - Foto: SBT/ TV Serra Dourada

A Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) registrou pedido para que Lázaro Barbosa de Sousa, conhecido como ''serial killer de Brasília'', fique em uma cela individual caso seja preso. De acordo com o documento enviado à Vara de Execuções Penais, a necessidade é por "proteção especial à integridade física e mental e a proteção contra qualquer forma de sensacionalismo e exposição vexatória".

O texto citou a "enorme repercussão nacional" do caso e busca a preservar a vida do serial killer de Brasília'' para que seja ''submetido ao devido processo legal”. Por isso, houve a solicitação de Lázaro Barbosa seja alocado em instalações seguras em caso de prisão decretada.

Defesa pede proteção física e mental

O homem mais procurado pela polícia do Distriro Federal e de Goiás, Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, possui advogada constituída e um pedido de proteção especial à integridade física e menta dele, visando a possível prisão do suspeito. A informação foi divulgada por Metrópoles. Ainda de acordo com o portal, a solicitação protocolada na Justiça prevê também salvaguarda contra "quaquer forma de "sensacionalismo e exposição vexatória". 

Polícia teme que Lázaro Barbosa fuja de Goiás

Com quase duas semanas de buscas pelo suspeito Lázaro Barbosa, o "serial killer de Brasília", a polícia de Goiás recebeu reforços para a "caçada", no último final de semana. O homem é acusado de assassinar uma família em Ceilândia (DF) e cometer invasões, estupros e fazer vítimas reféns, em cidades e fazendas do entorno.

> Pai de santo fala sobre objetos de rituais filmados que supostamente seriam de Lázaro Barbosa

Uma pessoa que fingiu ser policial se infiltrou entre as equipes e entrou em local restrito aos agentes que participam da ação, em Cocalzinho, Goiás (GO). O homem, que chegou a dar informações à imprensa e afirmou ser de outra equipe, foi detido na madrugada desse domingo (20).

Confira a nota da Defensoria Pública do Distrito Federal na íntegra:

"Em atenção ao pedido de informações acerca de manifestação subscrita por um de seus membros, solicitando providências à Vara de Execuções Penais no sentido de alocar Lazaro Barbosa de Sousa em cela separada dos demais detentos, registramos que esse pedido é comum, em casos dessa natureza, tendo por objetivo a garantia do cumprimento da legislação vigente após a eventual captura de Lázaro.

> Melhor amigo de Lázaro Barbosa concede entrevista: 'Ele tem artimanha'; confira

A Defensoria Pública do DF, ao tempo que se solidariza com as vítimas dos delitos, deseja que as investigações e buscas sejam bem sucedidas, com a maior celeridade possível, e que nenhuma outra pessoa venha a sofrer risco de vida ou lesão aos seus direitos.

> É falso vídeo que circula no WhatsApp mostrando suposta captura de Lázaro Barbosa

Esperamos que, após a detenção do suspeito, sua vida e integridade física sejam protegidas, a fim de que ele seja submetido ao devido processo legal. A Defensoria Pública do DF encontra-se à disposição de todos os cidadãos em situação de vulnerabilidade econômica, social e jurídica, para proteger os seus direitos fundamentais, inclusive vítimas de crimes."

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.