VIOLÊNCIA

Homem é espancado após ser confundido com Lázaro Barbosa; vítima passou 3 horas pedindo socorro


Vítima foi alvo de agressões por conta da semelhança com Lázaro Barbosa, o "serial killer de Brasília"

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 23/06/2021 às 15:35
Reprodução/ Internet
FOTO: Reprodução/ Internet
Leitura:

A caçada por Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, que ganhou repercussão nacional, acabou gerando um risco a um homem de 27 anos, em Campo Grande. Identificado como Brendo, a vítima foi espancada após ser confundido com o "serial killer de Brasília".

Após ser espancado a pauladas na tarde desta terça-feira (22), ele pediu socorro por três horas, mas não ninguém o socorreu enquanto andava e tentava ajuda às margens da BR-262, próximo ao autódromo de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. As informações são do portal Campo Grande News.

>> Caso Lázaro Barbosa: Relembre momentos dramáticos da tentativa de capturar o ''serial killer de Brasília''

>> Lázaro Barbosa: caçada chega ao 15º dia; Nas últimas horas, houve novo tiroteio e buscas na mata

>> Lázaro Barbosa ligou para a mãe dois dias após chacina e disse que não agiu sozinho, revela tia; veja detalhes

Sequestro e socorro

Além de ser alvo da fúria dos moradores, muitas pessoas que passavam pelo local negaram socorro ao rapaz
Além de ser alvo da fúria dos moradores, muitas pessoas que passavam pelo local negaram socorro ao rapaz
Reprodução/TV Jornal

Brendo contou que foi sequestrado por quatro homens encapuzados, que o jogaram em um carro e o levaram para uma região próxima de onde foi encontrado. Chegado lá, os suspeitos teriam espancado a vítima com pauladas e depois o abandonaram no local.

A vítima pediu solicitou socorro de transeuntes na rodovia e ninguém parou para ajudá-lo. Após ligações de pessoas relatando a presença de um homem parecido com Lázaro na pista, o Corpo de Bombeiros realizou o resgate da vítima e o encaminhou à Santa Casa. Segundo a Polícia Militar, o homem possui histórico criminal por roubo.

Ao ser questionado, Brendo apresentou documentos aos policiais e informou pontos de Campo Grande onde esteve nos últimos dias. A partir daí foi descartada qualquer possibilidade de Brendo ser Lázaro.

Caçada a Lázaro Barbosa

Lázaro Barbosa ficou conhecido como 'serial killer de Brasília'
Lázaro Barbosa ficou conhecido como 'serial killer de Brasília'
Reprodução

Nesta quarta-feira (23), completam-se 15 dias desde que Lázaro começou a fugir da polícia. São quase 300 policiais buscando por Lázaro neste momento. Há também cães farejadores, cavalos, helicópteros e drones. As buscas se concentram em uma área de mata de 10 quilômetros quadrados, entre Edilândia e Cocalzinho de Goiás, em Goiás, já bem perto de Brasília.

Fora da Mata, policiais da Polícia Rodoviária Federal vasculham veículos que passam pela BR-070, na tentativa de evitar uma fuga de Lázaro para outro estado, como ele planeja.

Em 15 dias de fuga, Lázaro já desafiou a polícia diversas vezes. Esteve em várias chácaras e fazendas, fez reféns, trocou tiros com os agentes de segurança e sempre conseguiu escapar. De acordo com fontes do portal UOL, cerca de 70% dos moradores da região deixaram suas casas nos últimos dias por medo do que Lázaro pode fazer, caso invada uma propriedade.

A uma família feita refém na semana passada, Lázaro disse que quer sair do DF e de Goiás e fugir para outro estado. Bloqueios na BR-070 vasculham os veículos e tentam evitar que o bandido escape.


Mais Lidas