Lázaro Barbosa criou perfil falso no Facebook para acompanhar notícias durante fuga; veja o nome escolhido para o fake

Lázaro Barbosa usava celular roubado para se informar sobre movimentação da polícia

CASO LáZARO BARBOSA
Lázaro Barbosa criou perfil falso no Facebook para acompanhar notícias durante fuga; veja o nome escolhido para o fake

Lázaro Barbosa, de 32 anos, está sendo chamado de - Foto: Reprodução/ Internet

O "Serial Killer de Brasília", Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, acompanhou boa parte das buscas da polícia contra ele pelo celular. É que o criminoso criou um perfil fake no Facebook e acessava a rede social direto da mata para acompanhar os desdobramentos da caçada.

O celular usado havia sido roubado no dia 15, quando Lázaro fez uma família refém em Edilândia. De acordo com as investigações, Lázaro criou um perfil com o nome "Patrik Sousa" e que acessava o Facebook para ver as notícias sobre sua caçada. 

Na foto de perfil, Lázaro colocou a imagem de um helicóptero fazendo as buscas sob a mata da região do entorno de Brasília. O criminoso também adicionou uma foto de policiais em terra com a legenda: “As buscas não param. Breve estará nas mãos da polícia. Não volta em viatura, volta com o IML”. 

Entre os amigos do perfil, apenas um adolescente, que não é investigado, de acordo com apuração do portal Metrópoles. Até o momento, apenas dois homens foram presos, suspeitos de ajudar Lázaro nas buscas. Um deles foi solto na última sexta-feira (25). 

Fuga

A fuga de Lázaro já dura 18 dias. Neste sábado (26), por volta das 8h30, houve uma intensa movimentação de viaturas que saíram da cidade de Cocalzinho de Goiás, em direção à Águas Lindas de Goiás. 

A população que mora na região segue apreensiva, já que Lázaro tem sido muito agressivo na maior parte das vezes em que invade cháras, sítios e fazendas das cidades por onde passa.

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.