caso de polícia

Lázaro Barbosa descarregou arma contra policiais e foi até a casa da ex-esposa, diz secretário

O criminoso Lázaro Barbosa, conhecido como 'serial killer de Brasília', foi morto após troca de tiros com a polícia

Publicado em 28/06/2021 às 18:21
Henrique Ramos/TV Anhanguera
FOTO: Henrique Ramos/TV Anhanguera
Leitura:

O secretário de Segurança Pública de Goiás, Rodney Miranda, declarou em coletiva de imprensa que Lázaro Barbosa descarregou a arma durante troca de tiros contra os policiais no qual ele acabou morto nesta segunda-feira (28). Além disso, o secretário afirmou que câmeras de segurança registraram a movimentação do 'serial killer de Brasília' na casa da ex-esposa e ex-sogra na noite do último domingo (27).

“Ele descarregou uma pistola contra os policiais. Com o esforço dessas forças conjuntas, sem vaidade, impedimos ele que fugisse ou fizesse outras vítimas [...] “Ele foi para se encontrar com elas (ex-esposa e ex-sogra). Nós estávamos monitorando e tentamos pegá-lo ali. Ele chegou a ameaçar policiais e dizer que se fossem atrás dele na mata iria dar tiro na cara”, relatou o secretário de Segurança Pública.

> Vídeos e fotos do corpo de Lázaro Barbosa cravado de balas circulam na web

> Veja onde Lázaro Barbosa foi capturado e os últimos passos do criminoso, antes de ser morto

Ainda de acordo com Rodney Miranda, o dinheiro encontrado com Lázaro Barbosa reforça o fato de que o criminoso recebia ajuda de outras pessoas para fugir. “Além da arma, ele foi encontrado com ele cerca de R$ 4.400 no bolso. Isso é mais uma prova de que tem gente acobertando ele e dificultando o trabalho dos policiais”, declarou.

Organização criminosa

O secretário também afirmou que ainda há pessoas a serem presas, mesmo apesar da morte de Lázaro Barbosa, conhecido como 'serial killer de Brasília'. De acordo com o secretário, existe uma organização criminosa por trás da fuga de Lázaro Barbosa, que durou 20 dias entre Goiás e Distrito Federal.

> “Eu vou morrer, mas vou levar vocês”, teria dito Lázaro Barbosa à polícia antes de morrer

> Com rosto coberto, Lázaro Barbosa é arrastado por policiais e arremessado em veículo; veja vídeo

Ainda temos algumas pessoas para investigar e prender. Agora, sai a força intensiva e fica o trabalho investigativo até a gente ir até o último envolvido”, confirmou. A força-tarefa encontrou, junto ao corpo do foragido, cerca de R$ 4,4 mil com Lázaro Barbosa. De acordo com um perito, o criminoso teria levado mais de 20 tiros de pistola e fuzil.

Mais Lidas