Pandemia do novo coronavírus

Pernambuco reduz o número de leitos de UTI para pacientes com covid-19, diz secretário em comunicado


De acordo com secretário de Saúde medida foi tomada após redução no número de solicitações de leitos

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 02/07/2021 às 12:34
Divulgação/ SES-PE
FOTO: Divulgação/ SES-PE
Leitura:

O Estado de Pernambuco vai reduzir o número de leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) destinados a pacientes com covid-19. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (2) pelo secretário de Saúde, André Longo.

De acordo com o secretário, o número de leitos de UTI reduzidos a pacientes com covid-19 será reduzido por causa da diminuição de solicitações. “[Houve] queda de 18,3% [de solicitações] quando analisamos o estado como um todo”, explicou o gestor.

No pronunciamento ao vivo transmitido pelas redes sociais, André Longo não explicou quantos leitos serão reduzidos. O governo também não abriu espaço para que jornalistas fizessem essa pergunta durante o evento. Depois, a assessoria de imprensa do governo estadual enviou uma nota à imprensa esclarecendo que, no total, serão 84 leitos “reconvertidos” nos hospitais Agamenon Magalhães, Otávio de Freitas, Getúlio Vargas e Tricentenário, todos no Grande Recife.

Para onde os leitos vão?

Segundo Longo, os leitos não serão fechados, mas, sim, utilizados para o tratamento de outras doenças. “Nesse momento, não estamos falando em fechamento de leitos, mas vagas de leitos que haviam sido transformadas para atender pacientes com covid e que, agora, voltam para o tratamento de outras doenças, mas que podem ser reconvertidos, em caso de necessidade”, disse Longo, acrescentando que a medida vai ajudar na retomada de cirurgias eletivas.

Taxa de transmissão da covid-19 em Pernambuco

No pronunciamento, o secretário disse que a taxa de transmissão de covid-19 está abaixo de 1 em Pernambuco há 21 dias. Atualmente, segundo o governo, a taxa está em 0,77 - isso significa que cada grupo de 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 77 pessoas. Para controlar a pandemia, esta taxa precisa estar abaixo de 1 por várias semanas seguidas.

“Em março, quando os casos do novo coronavírus voltaram a acelerar em Pernambuco, o Rt do Estado passou de 1,2. Ou seja, cada grupo de 100 infectados tinha potencial para contaminar outras 120 pessoas, em uma progressão crescente”, comparou nota enviada pela SES, após o fim do comunicado da manhã desta sexta.

Redução de Srag

“Por mais uma semana, a quarta consecutiva, observamos redução nos indicadores da covid-19, configurando um cenário epidemiológico em evolução positiva. Registramos 1.093 casos de Srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) na semana 25, redução de 23% em comparação com a semana 24. E [redução de] 63% quando comparamos 15 dias”, comemorou o secretário.

Ainda no comunicado ao vivo, André Longo voltou a apelar para que a população siga usando máscaras, higienizando as mãos e mantendo o distanciamento social.


Mais Lidas