Pandemia do novo coronavírus

Secretário de Saúde de Pernambuco fala em aumento de mortalidade materna e pede que grávidas se vacinem contra covid-19

Apesar de haver doses suficientes para imunizar todas as grávidas e puérperas de Pernambuco, menos de 48% foram vacinadas

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 02/07/2021 às 11:33
 FOTO: RICHARDSON MARTINS/SESAU
FOTO: FOTO: RICHARDSON MARTINS/SESAU
Leitura:

Em pronunciamento na manhã desta sexta-feira (2), o secretário de Saúde de Pernambuco, André Longo, fez um alerta importante. Ele pediu que mulheres grávidas e puérperas conversem com seus médicos e tomem a vacina da Pfizer, contra a covid-19.

Segundo Longo, houve aumento no número de mortes em grávidas em 2020 e no primeiro semestre de 2021. "Ainda em maio, Pernambuco foi pioneiro em vacinar grávidas e puérperas. Já enviamos 100% das doses suficientes para este público, mas apenas 47,8% dessa população foi vacinada", disse o secretário.

"A mortalidade materna aumentou muito em Pernambuco em 2020 e no primeiro semestre de 2021. As mulheres devem conversar com seus obstetras. A vacina da Pfizer é segura para este público", explicou. O secretário não deu detalhes sobre o aumento citado.

Vacinação contra a gripe

No pronunciamento desta sexta-feira (2), André Longo também pediu que a população se vacine contra a Influenza. Ele reforçou que a a campanha segue até o dia 9 de julho. "Até o momento, aplicamos pouco mais de 1 milhão e 300 mil doses, o que representa apenas 37,2% de cobertura. Os municípios estão abastecidos para realizar essa ação que também é importante para diminuir casos de Síndrome Respiratório Aguda Grave".

Mais Lidas