CORONAVÍRUS

Com mais 660 casos de covid-19 e 36 mortes, Pernambuco completa duas semanas de queda nas médias móveis


Estado totaliza 559.358 casos confirmados da doença, sendo 50.045 graves e 509.313 leves.

Atualizada às 13h52
Atualizada às 13h52
Publicado em 05/07/2021 às 12:10
Reprodução: Internet
FOTO: Reprodução: Internet
Leitura:

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE) registrou, nesta segunda-feira (05), 660 casos da Covid-19. Entre os confirmados hoje, 72 (11%) são casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e 588 (89%) são leves. Agora, Pernambuco totaliza 559.358 casos confirmados da doença, sendo 50.045 graves e 509.313 leves.

Também foram confirmados 36 óbitos, ocorridos entre 28/03/2021 e 03/07/2021. Com isso, o Estado totaliza 17.908 mortes pela covid-19.

Queda na média móvel

Apesar de ainda estarem altos, os índices epidemiológicos da pandemia seguem em queda em Pernambuco. Nesta segunda-feira (5), as médias móveis de casos e mortes por covid-19 completam 14 e 15 dias em baixa, respectivamente. O indicativo, considerado a melhor forma de medir o comportamento da pandemia, contabiliza a média dos últimos sete dias (contando com hoje) e compara com 14 dias atrás. Variações acima de 15%, seja para mais ou menos, indicam tendência de alta ou queda, respectivamente. Já abaixo disso, indicam estabilidade.

Com a confirmação de mais 660 casos, a média móvel de infectados no Estado ficou em 1.746 nesta segunda, uma queda de 21% quando comparada à de 14 dias atrás. Pernambuco não havia registrado uma sequência tão longa de queda na confirmação de casos desde 2020, quando registrou baixa durante 15 dias entre 3 e 17 de junho.

A média móvel de mortes nesta segunda aponta em 47, após a confirmação de mais 36 óbitos pela doença em Pernambuco, uma queda de 20% quando comparado ao indicativo de duas semanas atrás. A longa sequência não era vista desde 2020, quando o Estado teve 18 dias de baixa entre 7 e 24 de outubro.

>> Shows estão liberados em Pernambuco? E música ao vivo? confira mudanças a partir da próxima segunda-feira (5)

>> Covid-19: Torcedores podem voltar a frequentar estádios em Pernambuco? Saiba o que muda a partir do dia 05 de julho

>> Bares e restaurantes funcionam em novo horário a partir da próxima segunda (5) no Grande Recife

Mudanças no Plano de Convivência

O Plano de Convivência com a covid-19 em Pernambuco sofreu alterações na última sexta-feira (2). As atualizações foram divulgadas durante coletiva online realizada pelo Governo de Pernambuco e as mudanças valem a partir desta segunda-feira, 5 de julho. As flexibilizações (veja detalhes abaixo) ocorreram nos seguintes segmentos: Eventos sociais/buffet; Eventos corporativos; Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico; Cinema, teatro e circo; Museus e demais equipamentos culturais; Clubes sociais.

Na sexta (2), o secretário de Saúde de Pernambuco André Longo justificou o avanço no plano de conviência a partir do argumento da situação de covid-19 no estado estar mais controlada. "É importante registrar que, seguindo a mesma tendência de redução de vários indicadores que temos acompanhado, a taxa de transmissão de covid-19 em Pernambuco se mantém a 21 dias abaixo de um (1,0). (...) O nosso RT está em 0,77 que é o segundo menor do país e dentro de patamares considerados de controle da pandemia. Assim, temos maior segurança para avançar no nosso plano de convivência", ressaltou Longo.

O que pode a partir do dia 5 de julho?

Eventos sociais/buffet: Na macrorregião 1, que engloba o Grande Recife, as zonas da Mata Norte e Sul e parte do Agreste, vão funcionar das 8h às 23h, durante a semana, e das 8h às 22h, nos finais de semana. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, será de 50 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo continua proibido.

Exemplos: Aniversários, batizados, bodas, casamentos, festas infantis, formaturas e noivados.

Eventos corporativos: Na macrorregião 1, vão funcionar das 8h às 22h, tanto durante a semana quanto aos sábados e domingos. Antes, podiam funcionar até às 21h nos finais de semana. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 50 para 100 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo continua proibido.

Exemplos: Assembleias, capacitações, cursos, conferências, congressos, convenções, encontros, entrevistas, fóruns, painéis, palestras, reuniões, simpósios, seminários, solenidades, treinamentos, webinar e workshops.

>>>Quais máscaras garantem melhor proteção contra a covid-19? Veja ranking baseado em estudo da USP

>>>É gripe, dengue ou covid-19? Veja diferenças das doenças e saiba onde receber atendimento em cada uma delas

Colação de grau, aula da saudade e culto ecumênico: Na macrorregião 1, vão funcionar das 8h às 23h, na semana, e das 8h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar até às 22h, na semana, e às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 8h às 22h, na semana, e 8h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 50 para 100 ou 30% da capacidade do local, o que for menor. Música ao vivo, alimentos e bebidas continuam proibidos.

Cinema, teatro e circo: Na macrorregião 1, vão funcionar das 9h às 23h, na semana, e das 9h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 10h às 22h, na semana, e das 10h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 9h às 22h, na semana, e das 9h às 21h, no final de semana. O número de pessoas, em todas as macrorregiões, passa de 100 para 200 ou 50% da capacidade do local, o que for menor.

Museus e demais equipamentos culturais: Na macrorregião 1, vão funcionar das 9h às 22h, na semana e nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 10h às 22h, na semana, e das 10h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 9h às 22h, na semana, e das 9h às 21h, no final de semana. Continua permitido um visitante a cada 20 metros quadrados nas áreas expositivas internas, e um visitante a cada 10 metros quadrados nas áreas expositivas externas.

Clubes sociais: Na macrorregião 1, vão funcionar das 5h às 23h, na semana, e das 5h às 22h, nos finais de semana. Antes, podiam funcionar das 5h às 22h, na semana, e das 5h às 21h, aos sábados e domingos. Já nas macrorregiões 2, 3 e 4, vão poder funcionar das 5h às 22h, na semana, e das 5h às 21h, no final de semana. Continua vedado o funcionamento de saunas e música ao vivo.

Shoppings centers: Com as mudanças, todos os shoppings poderão abrir, a partir desta segunda-feira (5), até as 22h em todo o estado pernambucano. O setor de bares e restaurantes na Macrorregião I passará a funcionar até as 23h nos dias de semana e até as 22h nos finais de semana. "Bares e restaurantes até as 23h nos dias de semana e até as 22h nos fins de semana na Macrorregião I", explicou a secretária executiva de desenvolvimento social, Ana Paula Vilaça.

E o que não pode?

Torcida nos estádios: Ainda não está permitida a volta de torcedores em jogos de futebol de campeonatos de qualquer tipo (Campeonato Brasileiro, copa do Brasil ou competições internacionais).

Shows e música ao vivo: Tanto shows, como música ao vivo em espaços públicos (bares, restaurantes, casas de festas) seguem proibidos em Pernambuco. Mas eventos como aniversários, batizados, bodas, casamentos, festas infantis, formaturas e noivados sofreram flexibilizações no horário e número de pessoas permitidas.


Mais Lidas