Pandemia do novo coronavírus

Considerado 'livre' da covid-19, Israel acende alerta com alta no número de casos. Entenda o que pode ter causado


Com aceleração na vacinação contra covid-19, Israel relaxou medidas de confinamento

Mário Roberto Melo, correspondente em Israel
Mário Roberto Melo, correspondente em Israel
Publicado em 07/07/2021 às 12:22
Reprodução/CNN
FOTO: Reprodução/CNN
Leitura:

Israel começa a se preocupar novamente com a proliferação do novo coronavírus nos últimos 20 dias. É que o país quase estava zerando o número de infectados, mas, agora, a quantidade de novos contaminados aumenta progressivamente como uma bola de neve, embora ainda seja uma quantidade que dê certa quantidade ao governo.

Tudo isso começou quando uma família de turistas israelenses viajou para o exterior e voltou com os filhos contaminados, já que eles não foram vacinados. O pior de tudo é que eles foram infectados com a variante Delta, que é mais transmissível.

Dentro do avião, no regresso a Israel, outras pessoas foram contaminadas. O pior: ao chegarem à escola, essas crianças contaminaram os coleguinhas na sala de aula. O mais perigoso de tudo é que alguns que já foram vacinados também estão sendo contaminados por essa variante e, atualmente, o número já chegou a 500 pessoas por dia e o governo não tomou medidas mais enérgicas porque somente 33 pessoas estão hospitalizadas.

Números da pandemia em Israel

Também estão levando em consideração que quase 6 milhões de cidadãos já foram vacinados de um total de 8,5 milhões de habitantes. Mesmo assim, 6 mil e 500 mil já morreram e 843 mil foram infectadas.


Mais Lidas