TRISTEZA

Corpo de homem que morreu após ataque de tubarão no Grande Recife é sepultado pela família


Ataque de tubarão ocorreu no sábado (10) na altura da Igrejinha de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 12/07/2021 às 15:05
Felipe Ribeiro/ JC Imagem
FOTO: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Leitura:

O sepultamento de Marcelo Rocha Santos, de 51 anos, vítima de um ataque de tubarão, foi realizado nesta segunda-feira (12), no Cemitério da Várzea, na Zona Oeste do Recife. O velório foi feito a portas fechadas, em uma igreja evangélica, no bairro do Ibura, na Zona Sul da capital pernambucana. Abalada, a família preferiu que a imprensa não entrasse no local.

O cunhado da vítima, o motorista José Cabral, diz que o auxiliar de serviços gerais tinha largado do trabalho quando foi à praia.

O local onde Marcelo Rocha sofreu o incidente já é conhecido por esse tipo de ocorrência. Dos últimos 67 ataques de tubarão registrados em Pernambuco, 13 aconteceram no mesmo trecho da orla de Jaboatão dos Guararapes: em frente à Igrejinha de Piedade.

>> Por que acontecem tantos ataques de tubarão na Igrejinha de Piedade?

>> 'Entrou com água abaixo da linha da cintura. Não estava fundo', diz bombeiro sobre homem que morreu em ataque de tubarão

Segundo o diretor integrado metropolitano do Corpo de Bombeiros, Leodilson Bastos, o Comitê Estadual de Monitoramento de Acidentes de Tubarão (Cemit) vai se reunir em breve para tratar da questão.

Incidente com tubarão

O incidente com tubarão que vitimou Marcelo Rocha ocorreu no último sábado (10). De acordo com o Corpo de Bombeiros e com testemunhas, o auxiliar de serviços gerais entrou no mar com água abaixo da cintura, apenas para retirar a areia do corpo, e foi mordido pelo animal quando estava saindo do mar.


Mais Lidas