Caso DJ Ivis

DJ Ivis vai ser preso? Ele pode se aproximar de Pamella Holanda? Especialista diz o que acontece com o cantor a partir de agora


DJ Ivis é investigado por agressões contra a ex-esposa, Pamella Holanda

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 13/07/2021 às 8:14
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

Muita gente se pergunta por que DJ Ivis não foi preso, após os vídeos publicados por Pamella Holanda mostrarem ele agredindo a mulher várias vezes. De acordo com especialista no assunto, a falta de um flagrante - que só é considerado em até 24 horas após o crime cometido - impede a prisão do cantor, por enquanto.

“Nesse momento o que garante a segurança da Pamela e da criança é a medida protetiva que foi concedida em 04/07/2021, pela qual não pode se aproximar dela e de seus familiares e afastou ele do lar. Também não pode manter contato por qualquer meio com ela ou familiares. Caso ele descumpra, pode ser preso”, explicou a advogada criminalista Halyne Marques em entrevista ao portal Metrópoles.

A especialista disse que DJ Ivis será ouvido e, só depois, denunciado pelo Ministério Público por agressão. “Provavelmente, ele cumprirá a pena em regime aberto, ou seja, se ele for condenado, terá limitações, como não poder sair aos finais de semana, não poder viajar, poder ter o uso de tornozeleira. Mas essa parte quem vai decidir é o juiz”, contou.

No entanto, DJ Ivis ainda pode ser preso, caso a Justiça entenda que houve tentativa de homicídio, já que, no boletim de ocorrências, Pamella afirmou que foi ameaçada com uma faca. “Neste caso as penas mudariam e se ele for condenado, pode sim cumprir pena em regime fechado, pois a pena vai ser de homicídio, de 6 a 20 anos de reclusão. No caso de tentativa, será diminuída de um sexto a um terço”.

Flagrante

“Deixando claro também que ele não foi preso porque não foi configurado o flagrante. O crime ocorreu em 01/07 e ela só foi à delegacia em 03/07, portanto ultrapassou as 24 horas que permitem a prisão em flagrante. Entretanto, mesmo que ele tivesse sido preso em flagrante, ele seria solto, pois não possui antecedentes e se trata de lesão corporal”, explicou a advogada ao Metrópoles.


Mais Lidas