Saúde do presidente da República

Bastidor: Médico especialista viaja de São Paulo até Brasília para ajudar no diagnóstico e tratamento de Bolsonaro

O presidente da República Jair Bolsonaro foi internado após quase duas semanas com uma crise de soluços

Gabriel dos Santos Araujo Dias
Gabriel dos Santos Araujo Dias
Publicado em 14/07/2021 às 10:43
Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
FOTO: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil
Leitura:

No Passando a Limpo desta quarta-feira (14), o correspondente da Rádio Jornal em Brasília, Romoaldo de Souza, deu detalhes sobre os bastidores da internação do presidente Jair Bolsonaro no Hospital das Forças Armadas (HFA). O presidente foi internado no início da manhã desta quarta, após sentir dores abdominais e depois de 11 dias de uma crise de soluço persistente.

"Quando o presidente deu entrada no hospital, a equipe de Bolsonaro se apressou em dizer que era apenas um exame de rotina. Depois que o presidente foi submetido a uma junta médica, ficou constatado que a situação é um pouco mais grave. O presidente vai precisar ficar de repouso por alguns dias. A informação que eu tenho de momento é que um gastroenterologista foi chamado para atuar com a junta médica do Hospital das Forças Armadas e concluir os exames do presidente. Portanto, Bolsonaro não sairá do hospital hoje [quarta-feira] e, quando sair, vai para casa para fazer repouso", explicou Romoaldo.

"O nome do médico é Antônio Luiz de Macedo, que mora em São Paulo e está indo em avião da Força Aérea Brasileira para se juntar aos médicos do HFA e dar prosseguimento aos exames", acrescentou o correspondente da Rádio Jornal.

"Quando Bolsonaro esteve, no final de semana, no Rio Grande do Sul, o presidente estava fazendo discurso, tomou água, levou na brincadeira. Mas o médico que acompanha Bolsonaro 24 horas por dia, porque um médico dorme no Palácio da Alvorada, como com todos os presidentes, o médico recomendou que Bolsonaro fosse até uma clínica do Exército. Mas o soluço não cessou", disse também Romoaldo.

Ouça o Passando a Limpo desta quarta-feira, sobre a saúde de Bolsonaro:

Mais Lidas