Vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos diz por que Bolsonaro critica aumento do fundo eleitoral

Vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos participou do Passando a Limpo, nesta quinta-feira (29)

POLíTICA
Vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos diz por que Bolsonaro critica aumento do fundo eleitoral

Marcelo Ramos, vice-presidente da Câmara - Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O vice-presidente da Câmara, deputado Marcelo Ramos (PL-AM), participou do Passando a Limpo, da Rádio Jornal, na manhã desta quinta-feira (29). Na opinião dele, o presidente Jair Bolsonaro só critica o aumento do fundo eleitoral de R$ 1,8 bilhão para R$ 5,7 bilhões porque "pegou mal" o apoio dado "pelos filhos dele[do presidente]". 

"E ele [presidente Bolsonaro] tem mania de transferir responsabilidade. Nós tivemos duas votações nesses dias. A primeira foi a votação do texto da LDO [Lei de Diretrizes Orçamentárias], que o filho dele votou à favor do aumento para 5,7. Só dois partidos atuaram duramente contra, o Novo e o Psol. E encaminharam também contra o Podemos, o Cidadania e a Rede", disse o vice-presidente. "Essa turma votou e quer dar uma justificativa". 

Na entrevista, o deputado também defendeu a urna eletrônica e criticou o voto impresso. "A eleição de 2014 quem perdeu foi o PSDB com o candidato Aécio Neves, auditaram e chegaram à conclusão de que o resultado fora aquele mesmo. Não há problema com o sistema eleitoral. O sistema já é auditado", explicou. 

Ouça a entrevista na íntegra:

COMENTÁRIOS

Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.