redes sociais

Pergunta de Vera Magalhães sobre escola de samba e milícia a Martinho da Vila causa polêmica; veja


''Foi uma pergunta certa para a pessoa errada'', afirmou Tunico. Martinho da Vila foi entrevistado no Roda Viva

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 17/08/2021 às 17:44
Reprodução/Instagram
FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

O cantor Tunico da Vila, filho de Martinho da Vila, criticou uma das perguntas feitas por Vera Magalhães ao pai dele durante o programa Roda Viva, na TV Cultura, que foi exibido na segunda-feira (16). De acordo com o site Na Telinha, do UOL, a jornalista pediu para o sambista fazer uma análise política sobre a relação das escolas de samba com as milícias do Rio de Janeiro. O cantor disse que a pergunta devia ser feita para os responsáveis pelo jogo do bicho. Veja a discussão no Twitter e a resposta do cantor no final da matéria:

> No twitter, Eduardo Bolsonaro volta a comentar sobre leite condensado

> Mario Frias faz comentário racista sobre ativista negro pernambucano; veja o que disse o secretário

''Todos tem o direito ao erro. Acho que a pergunta caberia à um bicheiro ou miliciano e não para um artista. Foi uma pergunta certa para a pessoa errada. É mais fácil perguntar a um artista do que quem tem o braço armado'', ironizou.

 

Vera Magalhães não concordou com as palavras do filho de Martinho da Vila. ''Não vejo desrespeito algum. Nem todas as perguntas numa entrevista são agradáveis, infelizmente. De resto, respeito sua opinião'', rebateu.

Mais discussão

Ainda nas redes sociais, a jornalista afirmou que o cantor desconversou quando para responder a pergunta. “Não vejo desrespeito algum. Nem todas as perguntas numa entrevista são agradáveis, infelizmente. De resto, respeito sua opinião”, comentou a jornalista.

> Jair Bolsonaro é criticado no Twitter após posar para foto com placa de "CPF cancelado"

Algo que também retrucado por Tunico da Vila. “Ele não desconversou….ele só não quis conversar porque realmente é um assunto desnecessário e desrespeitoso com ele….só isso….nada demais.”


Mais Lidas