ELEIÇÕES 2022

Fico constrangido em discutir eleições com país passando por essa crise, diz José Múcio sobre candidatura ao Governo de Pernambuco

A coluna Cena Política havia revelado que José Múcio seria uma aposta do PSB caso Geraldo Julio desista de disputar as eleições 2022

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 25/08/2021 às 11:23
Acervo JC Imagem
FOTO: Acervo JC Imagem
Leitura:

O ex-presidente do Tribunal de Contas da União (TCU) José Múcio afirmou, em entrevista à Rádio Jornal, nesta quarta-feira (25), que não foi procurado sobre uma possível candidatura a governador de Pernambuco. Segundo a coluna Cena Política, José Múcio seria prioridade no PSB, caso o ex-prefeito do Recife Geraldo Julio realmente desista de disputar o Governo de Pernambuco.

Múcio afirmou ficar constrangido em debater eleições de 2022 no cenário atual do país. “Ninguém conversou comigo. Eu estou vendo essas especulações nas redes sociais, nos jornais, tenho recebido mensagens de amigos. Eu fico muito constrangido de discutir eleições do ano que vem com o país passando por uma crise como estamos passando. Quando penso que tem quase 16 milhões de brasileiros desempregados, perambulando pelas ruas atrás de oportunidade, sem comida na mesa, filho sem estar na escola, sem ter dinheiro para comprar remédio. Será que na cabeça dessas pessoas não passa que os políticos só pensam em eleição, não pensam em dar solução para os problemas?”, disse.

Renovação

O ex-presidente do TCU, no entanto, defendeu uma renovação na política. “Ninguém falou comigo. Evidentemente que teve especulação, eu tenho estimulado que nós precisamos renovar. Pernambuco precisa passar por uma renovação. O país precisa passar por novos tempos. Nós estamos vivendo momentos dificílimos. Ver meu nome ser lembrado não vou dizer que não gosto, não significa dizer que sou candidato ou não sou”, comentou.

Ouça a entrevista completa:

Mais Lidas