BOLSA FAMÍLIA

Pernambuco libera parcela residual do 13º do Bolsa Família a partir desta quinta (26); Quem tem direito? Entenda

Parcela vai contemplar 29.091 famílias

Com informações do JC Online
Com informações do JC Online
Publicado em 26/08/2021 às 17:45
Agência Brasil
FOTO: Agência Brasil
Leitura:

A partir desta quinta-feira (26) o Governo do Estado inicia o pagamento da folha residual dos beneficiários que têm direito ao 13º do Bolsa Família, iniciativa estadual que concede uma parcela extra aos atendidos pelo programa federal. Ao todo, serão mais de R$ 3 milhões pagos nesta etapa, com parcelas R$ 41 e R$ 150, e que vão contemplar 29.091 famílias.

Quem tem direito?

Os beneficiários que tem direito a parcela extra são aqueles que regularizaram a situação junto ao programa Bolsa Família após a geração das folhas de pagamentos nos meses de fevereiro, março e abril e antes do final do mês de maio, conforme previsto no Decreto de Regulamentação do Programa.

>>Confira o calendário do Bolsa Família de agosto

Como saber se o recurso está disponível?

Para saber se o recurso está disponível, os beneficiários podem fazer a consulta no site www.sdscj.pe.gov.br, digitando o Número de Identificação Social (NIS) e a data de nascimento do responsável familiar pelo benefício.

Quantia extra

Nesta quinta-feira (26), estão liberados a quantia extra dos beneficiários com Número de Identificação Social (NIS) com final de 1 a 7. Já aqueles com finais 8, 9 e 0, poderão sacar o valor na sexta-feira (26), segunda-feira (30) e terça-feira (31), respectivamente.

>>Caixa paga 5º parcela do auxílio emergencial a novo grupo, além do Bolsa Família; veja quem recebe até R$ 375

Como e onde sacar?

O saque continuará sendo realizado nos mesmos locais onde o beneficiário já recebe o seu benefício do Bolsa Família: nas agências da Caixa Econômica, terminais eletrônicos, lotéricas ou estabelecimentos credenciados. O 13º do Bolsa Família é gerido pela Secretaria de Desenvolvimento Social, Criança e Juventude (SDSCJ).

Maior valor investido

Em entrevista ao JC Online, o Secretário da SDSCJ, Sileno Guedes, explicou que com este pagamento o Governo do Estado termina o ano com o maior valor investido. “Mesmo com um pouco menos de famílias contempladas, aumentamos o investimento em comparação com o ano passado porque cresceu o número de famílias que registraram o CPF na nota fiscal e, assim, atingiram o teto do valor do programa, que é de R$150,00”, pontua o gestor que completa ressaltando que "a folha extra se soma aos mais de R$ 157 milhões investidos pelo governador Paulo Câmara no programa estadual este ano. Os recursos foram destinados a 1.179.376 famílias pernambucanas, uma expressiva parcela da população pernambucana”, destacou Sileno.

Mais Lidas