tragédia

Quem são os reféns mortos pela quadrilha após assalto em Araçatuba?


Ao todo, três mortes foram confirmadas. Além dos reféns, um dos criminoso morreu em Araçatuba

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 30/08/2021 às 16:20
Reprodução: Foto
FOTO: Reprodução: Foto
Leitura:

Os momentos de terror do assalto em Araçatuba, ocasionados por uma quadrilha, terminou com três pessoas mortas, sendo dois reféns dos criminosos. De acordo com as investigações da Polícia Civil, as vítimas são um personal trainer e um comerciante. A outra morte foi de um dos integrantes da quadrilha, que morreu na troca de tiros, segundo a polícia. Os assaltos às agências bancárias no município do Interior de São Paulo aconteceram entre a noite do domingo (29) e madrugada desta segunda-feira (30).

> Assalto em Araçatuba: escudo humano, morte de reféns e polícia detalha como está investigação

De acordo com o SBT News, foi a 33ª cidade paulista atacada por esse tipo de quadrilha desde o ano de 2018. Ao todo, quatro agências bancárias foram atacadas e lojas foram destruídas pelos criminosos. Veja abaixo as imagens:

Quem são os reféns mortos?

Um dos mortos na ação criminosa é o personal trainer Márcio Victor, que é filho de um investigador da Polícia Civil. Os policiais repassaram que ele morreu baleado, mas não afirmaram onde foi atingido no assalto em Araçatuba.

A outra vítima é o comerciante Renato Bortolucci. Ele é dono de um posto de combustíveis em Araçatuba, e deixa esposa e duas filhas. A polícia acredita que ele era quem estava filmando as ações dos criminosos quando foi morto.

A identidade do suspeito que morreu na troca de tiros com a polícia não foi informada. De acordo com o boletim médico divulgado pela Santa Casa da cidade, cinco pessoas ficaram feridas no assalto em Araçatuba.

Escudo humano e investigações

Vários vídeos foram publicados nas redes sociais por moradores da região, que mostram os momentos em que a quadrilha utilizou de reféns para se protegerem, como um escudo humano, amarrados nos tetos de veículos, e deixaram Araçatuba sob ataque. Nas imagens, é possível ver que os criminosos estavam fortemente armados e usaram diversos veículos e mostram reféns sentados no meio da rua, andando a pé.

> Araçatuba: Morador executado enquanto filmava bandidos era empresário

As Unidades territoriais da Polícia Militar de Araçatuba, com o apoio de equipes de Bauru, São José do Rio Preto e Presidente Prudente, além do Águia e da Polícia Civil, participam das buscas, e uma equipe do Grupo de Ações Tática Especiais (Gate). O caso já é investigado pela Departamento Estadual de Investigações Criminais de Araçatuba, com o apoio da 5ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Furtos e Roubos a Bancos.

 

Mais Lidas