ÍNDIA

Nipah: conheça o vírus com potencial pandêmico que matou criança de 12 anos


Vírus pode ser transmitido por morcego. As autoridades sanitárias alertam que o Nipah pode causar uma pandemia

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 09/09/2021 às 20:20
Pixabay
FOTO: Pixabay
Leitura:

Uma criança, de 12 anos, morreu após contrair uma infecção através do vírus Nipah, na cidade de Kozhikode, que fica no estado de Kerala, no Sul da Índia. O estado está em alerta para evitar a propagação pois esse vírus tem uma taxa de mortalidade de até 75%. Segundo a rede de TV CBS, o menino foi internado após uma semana que apresentou febre alta. O garoto apenas piorou e desenvolveu um inchaço no cérebro e morreu na segunda-feira (5).

O vírus

O vírus Nipah está entre os dez primeiros vírus mais perigosos conhecidos e já causou alguns surtos na Ásia entre humanos. Ele normalmente é transmitido por morcegos frugívoros, porcos e pelo contato entre humanos. Durante o primeiro surto na Malásia, a maioria dos infectados foi contaminada por contato direto com porcos doentes. Com uma taxa de mortalidade que varia 40% a 75% dos infectados, por enquanto ele causou apenas alguns surtos em países como Malásia e Bangladesh. Apesar disso, a OMS (Organização Mundial da Saúde) se preocupa com uma possível mutação que aumente sua transmissibilidade e o colocou na lista prioritária para o desenvolvimento de vacinas e tratamentos.

>>Covid-19: entenda o motivo de a variante Mu ser potencialmente preocupante; agência europeia faz alerta

Potencial pandêmico

As autoridades sanitárias alertam que o Nipah pode causar uma pandemia, embora sua disseminação nunca tenha chegado em nível pandêmico desde que o vírus foi descoberto em 1999. O agente infeccioso está na lista da Organização Mundial de Saúde (OMS) de doenças e patógenos priorizados para pesquisa e desenvolvimento em contextos de emergência. De acordo com a OMS, o Nipah apresenta taxa de letalidade de 40% a 75%, que varia conforme o surto. A infecção pelo vírus gera febre, dor de cabeça, dor muscular, vômito e dor de garganta. Isso pode ser seguido de tonturas, sonolência, alteração da consciência e sinais neurológicos atrelados a encefalite aguda. Algumas pessoas também podem ter pneumonia e problemas respiratórios graves.

>>A segunda dose da vacina contra a covid-19 protege contra a variante Delta? Em quanto tempo? Médico responde

Vírus é transmissível?

O vírus Nipah não é tão transmissível quanto o Sars-CoV-2, mas surtos anteriores já mostraram que ele pode se espalhar entre humanos com bastante rapidez. A proximidade entre morcegos e pessoas em mercados e locais lotados da Ásia apresentam um sério risco em termos de contágio. "Esse tipo de exposição pode permitir a mutação do vírus, o que pode causar uma pandemia", alertou Veasna Duong, chefe de virologia do laboratório de pesquisa do Instituto Pasteur, no Camboja, à rede britânica BBC, em janeiro.

O vírus Nipah é zoonótico, o que significa que ele é transmitido entre pessoas (contato direto e fluídos corporais) ou de animais para humanos. Porcos e morcegos frugívoros Pteropodidae são os principais vetores conhecidos, mas durante o primeiro surto de Nipah, em 1999, na Malásia, foram infectados inclusive cavalos, cabras, ovelhas, gatos e cães. Acredita-se que a transmissão tenha ocorrido na ocasião devido à exposição às secreções dos porcos ou ao contato com o tecido dos animais doentes. Em surtos subsequentes em Bangladesh e na Índia, o consumo de frutas e sucos contaminados com urina ou saliva de morcegos frugívoros infectados foi a fonte mais provável de infecção, segundo a OMS.


Mais Lidas