Tecnologia

Veja se seu celular é um dos que não terão mais WhatsApp, a partir de novembro, e as mudanças na segurança do aplicativo


WhatsApp deixará de funcionar em alguns aparelhos de celular

Com informações do SBT
Com informações do SBT
Publicado em 11/09/2021 às 13:49
Reprodução
FOTO: Reprodução
Leitura:

O WhatsApp não será compatível com algumas versões do sistema operacional de celulares Android. Segundo comunicado do aplicativo de mensagens, "a partir do dia 1º de novembro de 2021, o WhatsApp não será mais compatível com aparelhos Android com o sistema operacional 4.0.4 e versões anteriores".

>> Como deixar o WhatsApp rosa? É seguro? Entenda a ferramenta que muda aparência do app

O que fazer?

É preciso atualizar o sistema ou transferir a conta para um aparelho mais recente para seguir usando o app. Para isso, é possível salvar um backup do histórico de mensagens.

>> WhatsApp: receba notícias do Sistema Jornal do Commercio

Quais os celulares que continuam com WhatsApp?

O WhatsApp funcionará apenas nos sistemas Android 4.1 e mais recentes, iOS 10 e mais recentes e alguns modelos com kaiOS 2.5.1.

Mais proteção

O WhatsApp anunciou, nessa sexta-feira (10), a adoção de uma nova ferramenta para proteção de mensagens trocadas no aplicativo. A ideia é oferecer ao usuário a possibilidade de escolher se deseja criptograr os dados de ponta a ponta em plataformas de armazenamento na nuvem, como Google Drive ou ICloud.

A criptografia de ponta a ponta já é um recurso utilizado pelo WhatsApp e não é algo opcional. Só quem envia e quem recebe a mensagem consegue lê-la, nem mesmo a empresa do aplicativo tem essa permissão. A novidade, opcional para os usuários e sendo a representação de mais uma ferramenta para a proteção das mensagens, vai estar disponível primeiro para os usuários da versão beta e depois para os comuns tanto iOS como Android.

Há alguns anos, o aplicativo permite que o usuário realize a recuperação de conversas caso troque ou perca o celular. Agora, com a nova ferramenta, elas podem ser criptografadas. O WhatsApp tem dois bilhões de usuários e apresenta um fluxo de mensagem de mais de 100 bilhões por dia.

O anúncio da nova camada de proteção foi realizado por Marc Zuckenberg, CEO do Facebook e do WhatsApp, que ressaltou a dificuldade para a estruturação do serviço. "Estamos adicionando outra camada de privacidade e segurança ao WhatsApp: uma opção de criptografia de ponta a ponta para os backups que as pessoas escolhem armazenar no Google Drive ou iCloud. O WhatsApp é o primeiro serviço global de mensagens nessa escala a oferecer backups e mensagens criptografadas de ponta a ponta, e chegar lá foi um desafio técnico realmente difícil que exigiu uma estrutura inteiramente nova para armazenamento de chaves e armazenamento em nuvem entre os sistemas operacionais", diz em post no Facebook.


Mais Lidas