justiça

Adele plagiou Martinho da Vila? Entenda a denúncia do compositor Toninho Geraes e compare 'Million Years Ago' e 'Mulheres'

Além de Adele, o produtor musical Greg Kurstin são acusados de copiarem a canção, que fazer do álbum '25' da artista britânica

Publicado em 13/09/2021 às 10:39
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

A cantora Adele é acusada pelo brasileiro Toninho Geraes, de ter plagiado a música 'Mulheres'. O compositor da música interpretada por Martinho da Vila afirma que a faixa da britânica 'Million Years Ago', do álbum '25' tem melodia a harmonia iguais e, por isso, na visão dele, se trata de uma ''cópia escancarada''. Ele conta que, ao todo, foram contabilizados 88 compassos do mesmo jeito, o equivalente a 87% da canção, sendo uma ''apropriação das primeiras notas de introdução, refrão e final” por Adele e Greg Kurstin.

Os compositores da versão da cantora Adele receberam duas notificações extrajudiciais. A gravadora Recordings/Beggars Group e o grupo Sony Music estão cientes do processo. Desde 2015, quando o álbum foi lançado, as faixas viralizaram pela semelhança. De acordo com o jornal O Globo, Greg Kurstin divide a autoria da composição com Adele, e foi o responsável pela melodia. Compare as duas músicas abaixo, separadas por 20 anos:

Ouça as músicas

O caso do suposto plágio foi revelado pela revista Veja. De todos os acusados por Toninho Gerais, até o momento apenas a Sony respondeu de maneira formal. De acordo com a empresa, a responsabilidade fica para a gravadora inglesa e também a cantora Adele. Segundo o advogado Fredímio Biasotto Trotta, a intenção inicial era tentar um acordo. Quando o caso veio à tona, usuários das redes sociais começaram a comparar as duas músicas e fizeram até um 'remix' entre as gravações dos dois artistas. O vídeo viralizou. Veja abaixo:

 

Quem é Toninho Garaes?

O cantor e compositor se chama Antônio Eustáquio Trindade Ribeiro e nasceu em 14 de março de 1962 na cidade de Belo Horizonte (MG). Ele é conhecido por quem frequenta as rodas de samba do Rio de Janeiro (RJ). Aos 59 anos de idade e 35 de carreira fonográfica, o nome dele entrou para os holofotes com essa confusão com essa acusação de plágio entre 'Million Years Ago' e 'Mulheres'. O artista mora na capital carioca desde 1979.

Durante a carreira, Toninho Garaes gravou os seguintes álbuns: Chances iguais (1987), Mel e pimenta (1997), Samba de botequim (2001), Preceito (2009), Tudo que sou (2014), Estação Madureira (2017) e vol. 1 – Fragmentos (2019).

Mais Lidas