La Palma

Erupção do vulcão Cumbre Vieja pode ser vista do espaço, foi avisada e deve durar meses; confira últimas notícias

Desde a erupção do vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, mais de 6 mil pessoas tiveram de deixar a área

Com informações do Uol
Com informações do Uol
Publicado em 23/09/2021 às 10:18
Reprodução/TV Canaria
FOTO: Reprodução/TV Canaria
Leitura:

Um astronauta francês conseguiu registrar a erupção do vulcão de Cumbre Vieja, nas Ilhas Canárias, na Espanha, do espaço. Thomas Pesquet está em missão pela agência europeia na ISS (Estação Espacial Internacional) e compartilhou a fotografia nessa quarta-feira (22), em seu perfil no Twitter.

Astronauta faz imagem do espaço da erupção do vulcão nas Ilhas Canárias
Astronauta faz imagem do espaço da erupção do vulcão nas Ilhas Canárias
Reprodução/TV Jornal

"O vulcão de La Palma em erupção. O resplendor alaranjado da lava contrasta com a escuridão do Oceano Atlântico e deixa tudo mais impressionante. O brilho da lava parece perto demais das luzes da cidade", escreveu o astronauta.

>> Vulcão Cumbre Vieja hoje, 23 de setembro: lava chega à última cidade antes do mar e força saída de habitantes; veja erupção do espaço

 

Erupção foi avisada

Uma equipe de pesquisadores alertou, em janeiro, para uma possível erupção do vulcão Cumbre Vieja, em La Palma, na comunidade autônoma espanhola das Canárias.

Em estudo publicado no início do ano, os especialistas apontaram uma iminente atividade do magma, que poderia desencadear uma erupção em breve, conforme divulgou o jornal espanhol El País. Segundo os pesquisadores, o magma estava vazando por fendas sob a parte sul da ilha, e uma reativação vulcânica estava ocorrendo.

Em outubro de 2017, foram detectados 122 pequenos abalos sísmicos, o primeiro sinal, desde que o vulcão Teneguía, também situado na ilha, ficou inativo, em 1971. No ano seguinte, ocorreram outros 79 terremotos. Como não foram percebidas deformações, a priori, um grupo de estudiosos decidiu analisar o fenômeno.

Os pesquisadores usaram dados de satélites para verificar as condições do solo, nas últimas décadas. Os dados sugeriam que pequenas quantidades de magma estavam se acumulando em uma profundidade de oito a dez quilômetros, aumentando a pressão na área.

"Vimos que o processo de reativação deve ter sido por volta de 2009 e 2010 e, depois de estudar a evolução até 2020, descobrimos que estava acelerando", disse ao El País José Fernández, chefe do laboratório de detecção remota do Instituto de Geociências (IGEO), apoiado pela Universidade Complutense.

O estudo foi publicado no periódico acadêmico Scientific Reports, em conjunto com pesquisadores de universidades espanholas, americanas, italianas e canadenses. Nele, é feita ainda uma radiografia bem detalhada do território de La Palma.

O vulcão Cumbre Vieja entrou em erupção às 11h12 no horário de Brasília (15h12, no horário local) de domingo, depois de mais de uma semana de registro de milhares de atividades sísmicas na região. O complexo vulcânico não entrava em erupção desde 1971.

Situação

Desde a erupção do vulcão Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, na Espanha, no último domingo (19), quase 200 casas foram destruídas pela lava, mais de 6 mil pessoas tiveram de deixar a cidade e um rio de magma continua seu caminho até o mar.

A lava está devastando tudo em seu caminho para a costa da ilha no arquipélago espanhol das Ilhas Canárias, embora a um ritmo mais lento do que o esperado, em torno de 120 metros por hora. Desde a erupção do vulcão a lava já varreu 180 casas, de acordo com o sistema europeu de monitoramento de emergência baseado no espaço Copérnico. O número certamente aumentará, no entanto.

>> Vulcão Cumbre Vieja: colunas de lava seguem provocando destruição e evacuações

>> Marinha do Brasil emite alerta de ondas com até 3,5 metros de altura na faixa litorânea do Nordeste; saiba mais

Caminho para o mar

No caminho para o mar, os fluxos de lava já chegaram ao último obstáculo, no que diz respeito ao centro urbano: Todoque, uma cidade de cerca de 1,2 mil habitantes no município de Los Llanos, no sudoeste de La Palma, o que forçou a saída de seus habitantes.

>> Lava do vulcão Cumbre Vieja 'avança implacavelmente para o mar': o que vai acontecer quando chegar lá?

>> Cumbre Vieja: vulcão abre nova boca eruptiva, gera parede de lava, chega a casas e força retirada de moradores de La Palma; veja vídeos

Perigo do contato da lava com o mar

Especialistas e funcionários públicos concordam que o magma chegará ao mar, mas não sabem quando isso vai acontecer. Por isso foram tomadas precauções, pois é previsível que, quando a lava entrar em contato com água salgada a uma temperatura de 1 mil graus Celsius, liberará gases tóxicos e provocará explosões.

>> Se lava do vulcão Cumbre Vieja chegar no mar pode gerar gases tóxicos

Esse momento será crítico, como advertiu o presidente do governo regional das Ilhas Canárias, Ángel Víctor Torres. Por essa razão, todas as administrações - a espanhola, a canária e a ilha de La Palma - estão pedindo à população para não se dirigir às estradas próximas ao vulcão, nem se aproximar dos fluxos de lava.

Zona de emergência

O presidente do governo espanhol, Pedro Sánchez pediu cautela e anunciou que La Palma será declarada como uma zona de emergência. Além disso, as Ilhas Canárias poderão solicitar ajuda dos Fundos de Solidariedade da União Europeia para aliviar os danos causados pela erupção do vulcão, em torno de mais de 400 milhões de euros.

Mais Lidas