VULCÃO

Lava de vulcão de ilha espanhola de La Palma chega ao mar; saiba mais

O risco é da contaminação do ar devido ao vapor criado com rápido resfriamento da lava

Gustavo Henrique
Gustavo Henrique
Publicado em 28/09/2021 às 21:55
Foto / Reprodução
FOTO: Foto / Reprodução
Leitura:

A lava do vulcão da ilha espanhola de La Palma chegou ao mar nesta terça-feira (28). O vapor provoca uma nuvem de gases tóxicos. Foram nove dias desde a erupção do vulcão para que o material incandescente alcançasse a praia. A grande preocupação é com a contaminação do ar devido ao rápido resfriamento da lava. Mais cedo, a Espanha, que administra a ilha de La Palma, declarou a área atingida pelo vulcão como uma zona de desastre.

A decisão vai liberar verba para a reconstrução e ajuda aos moradores que tiveram prejuízos causados pela lava. O governo anunciou que o primeiro pacote será de 10,5 milhões de euros, cerca de R$ 66 milhões. A erupção já destruiu quase 600 imóveis, entre casas, igrejas e escolas, além de ter arrastado plantações. Milhares de pessoas foram retiradas das áreas de risco.

Nesta terça-feira (28), o governo da Espanha declarou que a área do vulcão em erupção na Ilha de La Palma, nas Canárias, é uma "zona de catástrofe", com isso, o país vai destinar 10,5 milhões de euros (cerca de R$ 67 milhões) para medidas urgentes de moradia e ajuda aos desalojados.

De acordo com a Defesa Civil, mais de 6 mil pessoas já precisaram deixar suas casas. O vulcão de Cumbre Vieja entrou em erupção no domingo (19) e desde então deixou um rastro de destruição nesta ilha do arquipélago espanhol no meio do Oceano Atlântico.

Mais de 600 casas e comércios, além de cerca de 20km de ruas e estradas foram atingidos pela lava que escorre há dez dias em direção ao mar. Imagens feitas com um drone pela Polícia Civil espanhola revelam a destruição na ilha.

>>Vulcão Cumbre Vieja hoje, 27 de setembro: após noite cheia de erupções, vulcão pausa atividades. Ele vai voltar? Quanto tempo devem durar erupções?

Alerta

O Instituto Geográfico Nacional (IGN) da Espanha voltou a emitir um alerta para novas explosões após o vulcão de Cumbre Vieja reduzir sua atividade nessa segunda-feira (27). Segundo o órgão do governo espanhol, a nuvem de cinzas expelida pelo vulcão poderá alcançar os 7.000 metros.

Mais Lidas