CRISE ENERGÉTICA

Vai ter horário de verão em 2021? Veja o que diz o ministro de Minas e Energia

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) acabou com o horário de verão em 2019

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 30/09/2021 às 17:30
Foto: Agência Brasil
FOTO: Foto: Agência Brasil
Leitura:

Enfrentando um risco de um novo apagão em 2021, cresce o debate para que o governo volte a adotar o horário de verão no Brasil a fim de reduzir o consumo de energia e mitigar o problema. De acordo com o UOL, empresários já solicitaram ao Governo Federal a volta da medida, que foi encerrada por decisão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), em 2019. Nesta quinta-feira (30), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, falou sobre a situação.

Qual o papel do horário de verão?

Historicamente, o período de vigência do horário de verão era definido de acordo com critérios técnicos que apontavam a melhor forma de aproveitar as diferenças de luminosidade entre os períodos de verão e do restante do ano, que se dá entre outubro e fevereiro.

>> Vai ter apagão em 2021? Quais foram os maiores blecautes do Brasil?

>> Como economizar energia? Veja o que é mito e o que funciona pra deixar a conta de luz mais barata

>> Como evitar apagão no Brasil? Ex-ministro de Minas e Energia diz que governo precisa 'dar a cara à tapa' e reconhecer gravidade

O principal objetivo do horário de verão é o melhor aproveitamento da luz natural em relação à artificial, adiantando-se os relógios em uma hora, de forma a reduzir a concentração de consumo de energia no horário entre 18h e 21h. Ocorria um “achatamento” da curva de consumo, reduzindo o nível do pico deste intervalo temporal e aumentando a permanência da curva em patamares mais baixos. Dessa forma, entre as 18 e as 21h, conseguia-se um menor carregamento de energia nas linhas de transmissão, nas subestações, e nos sistemas de distribuição.

O que disse o ministro?

O ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, voltou a afirmar, nesta quinta, que o Governo Federal não voltará a adotar o horário de verão. Segundo ele, o Operador Nacional do Sistema (ONS) realizou um novo estudo sobre a medida, mas nunca mostrou o documento.

“O ministério fala pelo lado da economia de energia. O horário de verão não se faz necessário no que diz respeito a economia de energia. Então, nesse tocante, o horário de verão não se aplica a essa situação. O horário de verão não foi renovado em 2019 e permanece da forma como está“, disse Bento, de acordo com o site Poder 360.

Mais Lidas