MUNDO GOSPEL

Pastor evangélico Valdemiro é condenado a pagar R$ 35 mil por dizer que governador fez pacto 'com capeta'


Valdemiro Santiago fez críticas ao governador da Bahia, Rui Costa (PT)

Suzyanne Freitas
Suzyanne Freitas
Publicado em 10/10/2021 às 17:50
Reprodução/YouTube
FOTO: Reprodução/YouTube
Leitura:

O pastor evangélico Valdemiro Santiago foi condenado a pagar R$ 35 mil ao governador da Bahia, Rui Costa (PT), por danos morais. O pastor da Igreja Mundial do Poder de Deus disse que o político "fez pacto com o capeta" ao adotar restrições como medida de combate à pandemia.

No pacote de medidas adotadas pelo governador da Bahia, estava a proibição do funcionamento de igrejas, como também a restrição à circulação de pessoas. Valdemiro Santiago, então, teria alegado que Rui Costa teria feito pacto com "o capeta" durante participação em programa de TV transmitido em março do ano passado.

>>Cantora gospel Fernanda Brum é processada por igreja evangélica; entenda

Decisão da justiça

A decisão da Justiça saiu em setembro último, assinada pela juíza de direito Indira Fábia dos Santos Meireles, da 1ª Vara Cível e Comercial de Salvador. Ainda não é possível saber se cabe recurso. Segundo o portal Metrópoles, Valdemiro chegou a contestar a alegação de danos morais feita por Rui Costa, afirmando não ter feito a ofensa ao governador. Ao citar, também, o direito a liberdade de expressão, o pastor requereu a improcedência dos pedidos.

Na decisão, porém, a juíza afirma: "não há de prosperar qualquer dessas alegações. (...) A uma, que não é preciso ser nenhum expert para vislumbrar que, a todo momento em seu programa, o que fora dito pelo requerido foi, sim, direcionado ao governador da Bahia, ora autor desta demanda".

>>Quais são os cantores gospel mais seguidos no Instagram? Confira alguns nomes


Mais Lidas