PERNAMBUCO

Por falta de verba federal, Ramal do Agreste inaugurado por Bolsonaro hoje (21) ainda não vai ser utilizado

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve em Pernambuco nesta quinta-feira (21) para inauguração do ramal

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 21/10/2021 às 15:53
Nayara Vila Nova/ TV Jornal
FOTO: Nayara Vila Nova/ TV Jornal
Leitura:

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) chegou em Sertânia, no Sertão de Pernambuco, por volta das 12h30 desta quinta-feira (21). Ao descer do helicóptero, eles fizeram primeiro, na casa de máquinas, a inauguração da captação definitiva do Ramal do Agreste, estrutura da Adutora do Agreste.

Depois eles seguiram para o local do evento, onde vários políticos da região e apoiadores do presidente o esperavam. Primeiro ele cumprimentou e tirou fotos com vários deles. Em seguida, seguiu para a cerimônia de inauguração.

Atraso

A inauguração traz à tona uma questão importante: a falta de verba federal. O ramal foi inaugurado, mas por enquanto não vai ser utilizado porque a conexão dele com as demais obras ainda não está pronta. A conclusão está prevista para o próximo ano, isso por conta de um grande atraso de verba federal.

>> Paulo Câmara rebate Gilson Machado. 'Boicote de Bolsonaro impede que água chegue aos pernambucanos'

O Ramal do Agreste vai levar a água do Rio São Francisco para a Adutora do Agreste, que por sua vez a distribuirá para 23 municípios na primeira etapa, que está em obras desde 2013. A obra hídrica foi feita com recursos do governo federal e pelo próprio Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR).

Já a primeira fase da Adutora do Agreste está sendo construída pela Compesa e teve suas obras paralisadas várias vezes devido à falta de repasse de recursos do governo federal. A primeira etapa da Adutora só será concluída em 2022, caso o governo federal repasse R$ 200 milhões para a finalização das obras.

As entregas fazem parte do Jornada das Águas, evento que visa reforçar o compromisso do Governo Federal de levar água a quem mais precisa. O trajeto começou no dia 18 de outubro, em São Roque de Minas (MG), e vai passar pela região do semiárido nordestino. Nas agendas, promovidas até o dia 28 de outubro, serão realizados anúncios e entregas de obras de infraestrutura, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de mudanças normativas que vão revolucionar a maneira como brasileiro se relaciona com a água.

Veja a solenidade:

Comitiva

Ele chegou acompanhado de uma comitiva formada pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho; do Turismo, Gilson Machado Neto; do Trabalho, Onyx Lorenzoni; e da Saúde, Marcelo Queiroga.

Mais Lidas