VIOLÊNCIA NO TRÂNSITO

Ameciclo cobra mais segurança após ciclista morrer atropelado por picape na Av. Caxangá, no Recife


Ciclista de 42 anos morreu após ser atingido por uma picape hilux na Avenida Caxangá, na Zona Oeste do Recife, nesta quarta-feira (3)

Ísis Lima
Ísis Lima
Publicado em 04/11/2021 às 17:00
Carlos Simões/ TV Jornal
FOTO: Carlos Simões/ TV Jornal
Leitura:

Com a morte de mais um ciclista na capital pernambucana, na tarde desta quarta-feira (3), a Associação Metropolitana de Ciclistas do Recife (Ameciclo) volta a cobrar mais segurança nas vias para quem utiliza a bicicleta como meio de transporte, em especial na Avenida Caxangá, via em que Flávio Antônio, de 42 anos, morreu após ser atingido por uma picape hilux.

>> Morte de ciclista expõe urgência de uma ciclovia na Avenida Caxangá, no Recife

>> Ciclista morre atropelado, em Jaboatão dos Guararapes; vítima estava indo ver a mãe, na véspera do Dia das Mães

A coordenadora da Ameciclo, Gaia Lourenço, conta que a entidade recebeu a notícia com dor. “Isso só reforça o nosso discurso que é de cobrar do poder público a segurança à vida em primeiro lugar. A gente cobra medidas de segurança, seja em estrutura adequada para o ciclista - segregado da rua, o que poderia ter evitado mais essa morte, seja em redução da velocidade das vias ou fiscalização”, afirmou.

Sobre o acidente

O motorista da picape seguia na Avenida Caxangá em direção à Camaragibe, em alta velocidade, quando um dos pneus do carro estourou. Ele bateu na estação de BRT instalada em frente ao Caxangá Golf e Country Club, na Iputinga, e atingiu o ciclista Flávio Antônio, que teve o crânio aberto e morreu na hora.

Segundo as primeiras informações, o motorista, que não teve o nome revelado, estaria em alta velocidade. O impacto foi tão forte que a lateral do carro foi praticamente toda arrancada ao colidir na Estação de BRT Engenho Poeta. O caso aconteceu por volta das 15h.

A Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU) informou que o teste de alcoolemia não pôde ser realizado porque o condutor do veículo envolvido tinha sido socorrido pelo Samu.


Mais Lidas