Coronavírus

Em Pernambuco, 94% das pessoas que morreram de Covid-19 nos últimos 10 meses não tomaram as duas doses da vacina

O estudo realizado pela Secretária Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) são de dados de janeiro a outubro de 2021

Caterine Costa de Oliveira
Caterine Costa de Oliveira
Publicado em 04/11/2021 às 14:00
Janaína Pepeu/Prefeitura de Caruaru
FOTO: Janaína Pepeu/Prefeitura de Caruaru
Leitura:

Dados divulgados pela Secretária Estadual de Saúde de Pernambuco (SES-PE) mostram que 94% dos óbitos ocorridos por Covid-19 no estado, entre 19 de janeiro e 21 de outubro deste ano, foram pessoas que ainda não estavam imunizadas contra a doença. Foram registrados 9.103 mortes, dentro desse número, 8.539 era pessoas ainda não vacinadas.

Conforme dados analisados pela SES-PE, as vítimas era indivíduos que não tinham tomado a vacina contra a doença, estavam sem o esquema vacinal completo ou faleceram antes do prazo de 14 dias após a segunda dose.

>>A Coronavac cria anticorpos contra a covid-19? Por quanto tempo? Qual a eficácia da vacina? Novo estudo sobre a Coronavac é lançado

“Os números nos mostram claramente que as vacinas são eficazes contra a Covid-19. E todas as vacinas utilizadas no Brasil tiveram sua segurança atestada pelos mais respeitados órgãos regulatórios do mundo”, afirmou André Longo, secretário de saúde de Pernambuco.

Características dos óbitos

O estudo mostra que dos pacientes que morreram, 75% (equivalente a 6.845 pessoas), não tinha tomado nenhuma vacina contra a Covid-19. Outros 17% (equivalente a 1.530 pessoas), tomaram apenas a primeira dose, sem completar o esquema vacinal. E 2% (equivalente a 164 pessoas) pegaram o vírus antes do prazo que a vacina precisa para fazer efeito, que é de 14 dias após a segunda dose ou dose única.

>>Pfizer testa medicamento contra a covid-19 em brasileiros

Do total de pessoas que morreram pela Covid-19 no período analisado, apenas 6% (equivalente a 564 pessoas) finalizaram o esquema vacinal e adoeceram após o prazo de 14 dias depois da segunda dose ou dose única. A maior parte, 541 (equivalente a 96% pessoas) tinha 60 anos de idade ou mais. Verificou-se também que 411 (73%) tinham doenças pré-existentes.

Coronavírus em Pernambuco

Conforme a SES-PE, Pernambuco vem apresentando estabilidade no registro de casos da doença. Na semana epidemiológica 43 foram notificados 393 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (Srag). Isso representa uma diminuição de 8% em relação à semana anterior e um aumento de apenas 1% em 15 dias (semana 41), com cinco casos a mais. Já em relação às solicitações de vagas de UTI à Central de Regulação, foram 246 pedidos na última semana epidemiológica, três a mais do que na semana 42.

Mais Lidas