Dúvidas

Onde consultar o Auxílio Brasil? Como saber se fui aprovado no Auxílio Brasil?


O Auxílio Brasil entrou em vigor na última segunda-feira (8)

Com informações da Agência Brasil
Com informações da Agência Brasil
Publicado em 11/11/2021 às 8:38
Reprodução/NE10 Interior
FOTO: Reprodução/NE10 Interior
Leitura:

Com 17 milhões de famílias incorporadas, o Auxílio Brasil terá cerca de 2,5 milhões de famílias a mais que os 14,6 milhões atendidas pelo Bolsa Família. O novo programa social terá três benefícios básicos e seis suplementares, que podem ser adicionados caso o beneficiário arranje um emprego ou tenha um filho que se destaque em competições esportivas ou em competições científicas e acadêmicas.

>> Como se inscrever no Auxílio Brasil?

Como consultar se vou receber o Auxílio Brasil?

Todas as famílias que recebiam o Bolsa Família foram automaticamente migradas para o Auxílio Brasil, com a inclusão de 2,5 milhões de beneficiários que estavam na fila do Bolsa Família, totalizando 17 milhões de famílias, segundo o Ministério da Cidadania.

>> Como se cadastrar no Auxílio Brasil pela internet?

Para esse grupo, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) já confirmou que o pagamento terá início no dia 17.

Mesmo que ainda não tenha sido liberada a consulta ou uma lista definitiva de todos os selecionados, os demais cidadãos podem conferir se atendem às regras para participar do novo programa e se cadastrar no CadÚnico, como os beneficiários do extinto Bolsa Família.

Requisitos do Auxílio Brasil

Famílias em extrema pobreza, com renda mensal de até R$ 100 por pessoa, e em situação de pobreza, com renda entre R$ 100,01 e R$ 200 por pessoa. Para os beneficiários da segunda categoria, somente receberão o Auxílio Brasil as famílias com gestantes ou filhos com até 21 anos incompletos.
Estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
Esse último requisito é a porta de entrada para vários programas sociais e, por isso, foi incluído como o principal critério do Auxílio Brasil, segundo a Medida Provisória 1.061/2021.


Mais Lidas